Podcast: Índice de progresso social na Amazônia é inferior à média nacional

 

podcast

 

Pesquisador do Imazon fala dos indicadores considerados na pesquisa e explica os fatores relacionados ao baixo desempenho da região. A apresentação é de Beth Begonha.

 

O programa Amazônia Brasileira recebeu, nesta quarta-feira (03), o pesquisador do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), Adalberto Veríssimo. O mestre em Ecologia falou aos ouvintes da Rádio Nacional da Amazônia sobre a última pesquisa do instituto que apontou para um índice de crescimento social menor das cidades da Amazônia em relação às de outras regiões do país. A pesquisa foi divulgada no mês passado e mostra o Índice de Progresso Social (IPS) médio da Amazônia de 57,31, inferior à média nacional, de 67,73.

O levantamento levou em consideração 43 indicadores, agrupados em três dimensões, para a avaliação do progresso social e ambiental em 772 municípios da região e seus nove estados, onde foram avaliados o desempenho da Amazônia nos quesitos de necessidades humanas básicas, fundamentos para o bem-estar, sustentabilidade dos ecossistemas, o de oportunidades, onde foi apontado o pior desempenho, entre outros fatores.

A partir disso, Adalberto Veríssimo explica aos ouvintes do programa Amazônia Brasileira como o baixo desenvolvimento social da Amazônia está relacionado à expansão das demais regiões brasileiras, o aumento da pressão antrópica nas cidades da região Norte e, consequentemente, ao surgimento de áreas de periferia.

Ele dá, também, mais detalhes sobre a pesquisa, revelando como o resultado encontrado pode ajudar a trazer à população da região a cobrar melhorias nas questões sociais e ambientais pesquisadas.

 

 

EcoDebate, 05/09/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top