Plínio de Arruda Sampaio morre aos 83 anos

 

Conheci o Plínio no final dos anos 70 e, ao longo dos anos, nossos caminhos se cruzaram diversas vezes.

É difícil expressar o quanto minha admiração cresceu ao longo dos anos, principalmente diante de uma grande perda, para mim, para muitos companheiros de caminhada e, certamente, para o sonho de um Brasil mais justo.

Muito se falará de sua trajetória pessoal e política, de suas ideias e propostas, mas pouco será lembrado de que ele era uma excelente pessoa, com uma generosa grandeza, que também engrandecia a todos a sua volta.

Muito aprendi com ele, que em muito me inspirou, tanto em termos de militância e ativismo, como no conceito essencial de que a transformação de nosso País e do mundo passa, necessariamente, pela socialização de informação.

Quando fundei o portal EcoDebate, em 2005, tive a honra de somar forças ao Correio da Cidadania, por ele fundado em 1996, formando uma parceria editorial, com o evidente objetivo de ampliar nosso alcance conjunto. Reconheço e destaco a importância desta iniciativa para nossos(as) leitores(as), que só foi possível graças ao Plínio e a sua compreensão de que a mídia independente e progressista deveria caminhar junta, desprezando o que nos distanciava e valorizando o que nos unia.

Com o apoio de Valéria Nader, companheira jornalista e editora do Correio da Cidadania, Plínio manteve a ‘lanterna na proa’, indicando o caminho e estimulando o livre debate. A Valéria enfrentará o desafio de manter o Correio no rumo, mas, certamente, contará com o apoio e incentivo dos companheiros que permanecem no mesmo compromisso.

Ontem, Plínio de Arruda Sampaio, com a serenidade e a consciência do dever cumprido, seguiu sua jornada. Permanecerá, em muitos companheiros, o seu exemplo de vida e militância.

Plínio de Arruda Sampaio, presente!

Henrique Cortez
editor do portal EcoDebate

 

 

Ex-deputado Plínio de Arruda Sampaio morre aos 83 anos

Plínio de Arruda Sampaio
Plínio de Arruda Sampaio Arquivo/Agência Brasil

Aos 83 anos, morreu ontem (8), em São Paulo, o ex-deputado federal Plínio de Arruda Sampaio. Vítima de câncer ósseo, Plínio estava internado há cerca de um mês no Hospital Sírio-Libanês.

Segundo o hospital, o ex-deputado morreu em decorrência de falência de múltiplos órgãos e sistemas.

Na eleição de 2010, Plínio de Arruda Sampaio concorreu à Presidência da República pelo PSOL, ficando em quarto lugar na disputa.

Natural de São Paulo, formado em direito pela USP, Plínio foi promotor público e elegeu-se  deputado federal em 1962, pelo extinto Partido Democrata Cristão (PDC). Reeleito duas vezes deputado, teve o mandato cassado pelo Ato Institucional nº 1 (AI-1), exilou-se no Chile e nos Estados Unidos e voltou ao Brasil em 1976, no início do processo de reabertura política.

Um dos fundadores do PT, Plínio de Arruda Sampaio participou da campanha das “Diretas Já!”. Elegeu-se deputado federal constituinte em 1986, quando defendeu uma reforma agrária que previa o fim dos latifúndios. Na Assembleia Nacional Constituinte, foi vice-líder do PT em 1987 e, em 1988, substituiu o então líder Luiz Inácio Lula da Silva no comando da bancada. Após 20 anos, Plínio deixou o partido m 2005, filiando-se ao PSOL.

A ex-deputada Luciana Genro (PSOL), que foi ao hospital na tarde de hoje para visitar o colega de legenda, confirmou a morte dele e informou que, quando chegou, Plínio já havia falecido. Segundo ela, Plínio de Arruda Sampaio fará uma grande falta ao Brasil. “Uma triste coincidência fez com que eu chegasse ao hospital Sírio-libanês poucos minutos após o falecimento do nosso querido Plínio. Plínio partiu com a consciência do dever cumprido, após décadas de luta em defesa da igualdade e da justiça social. O PSOL tem muito orgulho de ter sido escolhido por Plínio como seu partido nos últimos anos da sua vida.”

Por Iolando Lourenço, da Agência Brasil

EcoDebate, 09/07/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top