Ibama prende quadrilha por roubo de madeira em Mato Grosso

 

 

Dentro da Operação Onda Verde, o Ibama impediu extração de madeira ilegal da Amazônia. Foram detidas oito pessoas e apreendidos três caminhões, uma pá carregadeira e duas motocicletas, além de Guias Florestais falsas. Por meio de denúncia, agentes ambientais federais do Ibama chegaram a Cláudia, município localizado no norte do estado do Mato Grosso, e estouraram esquema que envolvia madeireiras que usavam documentos oficiais falsificados.

Segundo depoimentos, a quadrilha entrava na área e derrubava madeira suficiente apenas para encher os caminhões com a intenção de não deixar vestígios. A extração da madeira e seu acondicionamento aconteciam de forma rápida. Para isso, havia uma equipe composta por operadores de pás carregadeiras, homens que manipulavam as serras, além de olheiros, motociclistas que faziam o monitoramento dos acessos. As guias apreendidas atestavam a origem dessa madeira como sendo planos de manejo.

De acordo com o superintendente do Ibama em Mato Grosso, Marcus Keynes, as madeireiras envolvidas no esquema já foram identificadas. Elas terão suas atividades suspensas no SisFlora, o Sistema de Controle de Produtos Florestais, no estado. “Ainda não podemos afirmar que os donos da área estão por trás do esquema mas faremos uma investigação rigorosa para apurar responsabilidades”, afirmou.

A Polícia Civil apresentará denúncia ao Ministério Público e os detidos responderão por crime ambiental. Todos serão autuados como autores ou coautores dos crimes praticados.

Badaró Ferrari
Ascom/Ibama
Foto: Badaró Ferrari/Ibama

EcoDebate, 04/07/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top