Centrais nucleares nunca podem ser 100% seguras, diz diretor geral da AIEA

 

Usina de Fukushima, após o desastre nuclear
Usina de Fukushima, após o desastre nuclear – Em 11 de março de 2011, o mundo soube da tragédia de Fukushima: um fortíssimo terremoto e um tsunami de grandes proporções, a que se seguiu a explosão de uma usina nuclear com todas as consequências de um acidente nuclear: a difusão de radioatividade, que permanecerá ativa durante anos, ameaçando muitas gerações. Foto: DW

 

O diretor geral da Agência Internacional da Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, afirmou nesta segunda-feira em Tóquio que a organização continuará aperfeiçoando suas normas depois do acidente de Fukushima, mas advertiu que uma central nuclear jamais será 100% segura. Matéria da AFP, no Yahoo Notícias.

Em uma entrevista coletiva antes de uma reunião com o primeiro-ministro nipônico Shinzo Abe, Yukiya Amano recordou que as regras devem evoluir.

“Para a segurança, o importante é que o processo seja evolutivo. Nós devemos melhorar a segurança continuamente, sem cair na auto satisfação”, insistiu.

“No entanto, uma catástrofe natural pode acontecer em qualquer parte do mundo. A segurança em 100% não existe”, advertiu.

Amano destacou que o que a agência nuclear da ONU poda fazer “é prevenir na medida do possível os acidentes potenciais para diminuir as consequências”.

No Japão, além dos seis reatores lacrados da central de Fukushima Daiichi – devastada pelo tsunami de 11 de março de 2011 -, os outros 48 reatores do país estão parados à espera de uma certificação de segurança.

EcoDebate, 18/03/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Centrais nucleares nunca podem ser 100% seguras, diz diretor geral da AIEA

  1. NADA no mundo é 100% seguro, com a exceção do fato de que todos um dia vamos morrer.

    O quanto de risco existe em cada atividade (e cada diferente geração de tecnologias, e em sua aplicação) é o que realmente importa.

Comentários encerrados.

Top