Brasil tem 2 empresas na lista das 50 maiores emissoras de gases de efeito estufa do mundo

 

petróleo

 

O Brasil tem duas empresas na lista das maiores poluidoras do mundo: a Petrobrás e a Vale, líder na produção de minério de ferro (foto), destaca o documento da Carbon Disclosure Project (CDP), organização independente especializada no reporte climático das empresas. Juntas, as 50 maiores poluidoras entre as 500 maiores companhias do mundo cotadas na bolsa emitiram 2,54 bilhões de toneladas métricas desde 2009, aumento de 1,75%

 

Cinquenta das 500 maiores companhias do mundo cotadas na bolsa são responsáveis por liberar na atmosfera quase 75% das emissões de gases de efeito estufa do planeta, mostra relatório divulgado nesta quinta-feira (12). Matéria no UOL.

O Brasil tem duas empresas na lista das maiores poluidoras: a Petrobrás, no setor de energia, e a Vale, no setor de materiais, destaca o documento da Carbon Disclosure Project (CDP), uma organização independente especializada no reporte climático das empresas.

Juntas, o grupo das 500 empresas liberaram 3,6 bilhões de toneladas métricas de CO2 nos últimos quatro anos, uma queda de 14% nas emissões desde o último relatório.

Por outro lado, as 50 maiores poluidoras desse grupo – que operam, principalmente, nos setores de energia, de petróleo, de cimento, de metalurgia, e de mineração – emitiram 2,54 bilhões de toneladas métricas desde 2009. Só esse aumento de 1,7%, sem contar as emissões indiretas, corresponde a poluição de mais de 8,5 milhões de caminhões nas ruas.

“Os maiores emissores, que geram o maior impacto em termos de emissões mundiais e, portanto, representam a maior possibilidade de mudança em grande escala, devem fazer mais para reduzir suas emissões”, considera o organismo, que elabora seus dados para investidores.

O CDP não fornece a classificação dos 50 principais emissores, mas publica os nomes e os países: 16 destas empresas são norte-americanas, seis são do Reino Unido e cinco vêm do Canadá, da França e da Alemanha.

Com dois representantes, estão Espanha, Japão e Suíça, além do Brasil, e aparecem com uma companhia na relação Austrália, Itália, Luxemburgo, Holanda, Noruega, África do Sul e Coreia do Sul.

EcoDebate, 13/09/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

3 comentários em “Brasil tem 2 empresas na lista das 50 maiores emissoras de gases de efeito estufa do mundo

  1. REVOLUÇÃO TÉCNICA

    O que estamos precisando é de uma REVOLUÇÃO TÉCNICA e não de greves e protestos inconseqüentes sobre temas pontuais, seminários, conclaves, RIO+20 e RIO+40 que não apontam para caminho algum. É um BLÁ BLÁ BLÁ, infindável e sem propostas concretas.

    Vivemos neste planeta chamado Terra, esta linda e INCOMPREENDIDA BOLA e é muito importante que se saiba como ela funciona para que possamos nos posicionar de acordo com as leis naturais que a governam e não em oposição às mesmas como é feito. Residir nesta BOLA e não saber como ela funciona se assemelha a algo com vivermos numa casa sem conseguir identificar os aposentos. Vamos fazer coisas do tipo:

    1 – Guardar o carro no quarto da empregada e sugerir que ela vá dormir na garagem.
    2 – Cozinhar no banheiro e tomar banho na cozinha.
    3 – Dormir na sala de visitas e receber as visitas no quarto o que, em certos casos, não deixará de ser interessante e agradável.

    Tudo isso será uma enorme confusão, só que esta confusão fica restrita à residência de cada um de nós e para o planeta Terra, ela se estende à humanidade, como um todo. É isto que está ocorrendo e teremos que tomar medidas para evitar que continue acontecendo. Quando se observa a Terra com olhos mais agudos e menos não contemplativos surgem novidades, onde as soluções se evidenciam de modo que possamos agir em concordância com as leis naturais do planeta Terra. O que acontece é que estas novidades apresentadas estão em oposição a tudo o que, atualmente, se diz e escreve, novidades estas que são simples e claras como tudo na natureza é simples e claro. Observemos Wilhelm Reich, em seu livro, Escuta Zé Ninguém, página 23, da 11ª edição, de 1993.

    “O homem pequeno é aquele que não reconhece a sua pequenez e teme reconhecê-la; que procura mascarar a sua tacanhez e estreiteza de vistas com ilusões de força e grandeza alheias. Que se orgulha de seus grandes generais e não de si próprio. Que admira as ideias que não teve mas nunca as que teve. QUE ACREDITA MAIS, ARRAIGADAMENTE, NAS COISAS QUE MENOS ENTENDE E QUE NÃO ACREDITA NO QUE QUER LHE PAREÇA FÁCIL DE ASSIMILAR”.

    Assim sendo, há uma grande dificuldade, por parte dos humanos, como evidenciada por Wilhelm Reich, em aceitar e assimilar conceitos novos de qualquer natureza e, em particular, sobre a Terra, onde destacamos:

    1 – A VIDA, na sua forma atual e do ponto de vista humano, vai acabar por falta de gás carbônico. Do ponto de vista GEOLÓGICO, JÁ ACABOU. Não há solução. Florestas e plantas antecipam este fim.

    2 – O PETRÓLEO não acaba e a queima de seus derivados é ótima pois, além de gerar trabalho, posterga o fim da vida. Volume gerado é da ordem de 5,2 QUATRILHÕES DE BARRIS, não é engano, SÃO QUATRILHÕES onde perto de 300 TRILHÕES estão no interior do Brasil, em quase todos os estados e que podem ser acessados com recursos bem inferiores aos usados no Mar, em menor tempo, em condições menos inseguras e sem usar um milímetro de apoio sísmico. Como ele não acaba, a busca por seus alternativos, como álcool, BIODIESEL, hidrelétricas, termonucleares, eólica, CARRO ELÉTRICO e outras mais é um SUICÍDIO COLETIVO, com péssimo uso do tempo e gasto inútil de recursos.

    Mas para tal é necessário de sejam eliminados paradigmas na área do atual conhecimento geológico. Somando-se a isto, é preciso uma revisão e extinção de quase todas as leis petrolíferas, ambientais e econômicas que estão ERRADAS, em total desacordo com as leis naturais que governam o planeta Terra e em nada ajudam, SÓ ATRAPALHAM E MUITO.

    3 – “EFEITO ESTUFA” não existe. É uma invenção maldosa e criminosa dos dirigentes de alguns países industrializados, desenvolvidos e ricos.

    4 – AQUECIMENTO GLOBAL existe e é um fenômeno natural causado pela reação da FOTOSSÍNTESE, ou seja, pelas florestas e plantas de um modo geral. Este aquecimento não tem relação alguma com as atividades dos humanos e dos demais animais que, pelo contrário, agem no sentido de esfriar e não de aquecer.

    5 – É SUICÍDIO COLETIVO, péssimo uso do tempo e gasto inútil de recursos, a tentativa em se querer preservar florestas, animais e praticar economias de baixo carbono.

    Colocando-se em prática, as cinco informações acima, QUE SÃO DE FÁCIL ENTENDIMENTO E COMPREENSÃO, teremos menos miséria, deixaremos de fabricar doentes, criminosos, e implodiremos todas as cadeias e hospitais. Médicos e advogados, só em caso de acidentes. Caso contrário, as esperanças de dias menos piores, para a humanidade, estarão, IRREMEDIAVELMENTE, SEPULTADAS e só restará a ela um caminho.

    “IR SER SELVAGEM, ENTRE ÁRVORES E ESQUECIMENTOS” Álvaro de Campos

    Por outro lado, além de se posicionar de modo errado, a humanidade não está dando a devida importância para uma das leis mais importantes da natureza que é a seguinte:

    NÃO HÁ TRABALHO SEM CONSUMO DE ENERGIA

    O trabalho é um dos fatores que mais afeta o bem estar dos humanos e, ao que tudo indica, esta lei não está sendo respeitada, pois a humanidade reclamou, reclama e, à luz dos paradigmas atuais, continuará reclamando pela falta de trabalho.

    Temos que, urgentemente, ofertar mais energia mas para isso há que se estraçalhar paradigmas geológicos. Depois, rever todas as leis ambientais e petrolíferas que estão ERRADAS. Isso é comigo. Em seguida, estimular o consumo pela redução do preço por meio a retirada de todos os impostos e isto é com o governo e empresários mas com a minha orientação. Vamos entender que é possível extrair petróleo a, no máximo, 10 US$/bbl. Depois, mostrar aos empresários do setor que é possível vender derivados de petróleo, na bomba, a no máximo R$ 0,30 o litro e com muito lucro, mas muito mesmo, para todos, onde estão os pesquisadores, extratores, refinadores, transportadores e distribuidores.

    Vicente Lassandro Neto
    GEÓLOGO – ECOLOGISTA – Engenheiro em Petróleo, em Segurança no Trabalho, Autodidata em Economia, Naturista e Enófilo.

    Dúvidas para esclarecimentos adicionais ou abertura de espaço para apresentar palestras ou entrevistas, a CUSTO ZERO, basta contatar, via este “e mail”, ou vilanet@terra.com.br ou nos telefones abaixo, todos de Salvador, prefixo 71

    3348-4252 – Horário Comercial – 3336-7432 – Após 20 horas – 8136-7825 – Celular da Claro

  2. É o estabelecimento do caos mesmo. Ainda bem que a entropia cuida de todas as desfaçatezes dos humanóides equivocadamente chamados “humanos”. Quem viver verá os apertos inexoráveis da Natureza quando a demanda se tornar insustentável… Então o bicho homem apertado pelas forças coercitivas da natureza poderá espernear à vontade e procurar energia no inferno para poder viver!

  3. Bem, sem querer defender a Vale ou demais grandes empresas: se alguém já foi no complexo Carajás no Pará, deve fazer a inferência que o (pouco) de floresta que restou só existe graças às compensações ambientais e demais mecanismos impostos à Vale. O restante ao redor foi dizimado pela PECUÁRIA. Sinceramente, não acredito que Vale ou Petrobrás sejam grandes vilãs. Talvez o fato de o Brasil ser o primeiro exportador mundial de carne (pecuária extensiva) seja o verdadeiro vilão …

Comentários encerrados.

Top