Energia Eólica: a caçada pelos ventos!

 

eólica

 

“Uma viagem no rastro dos ventos da Serra Geral na Bahia poderia sugerir aventura, não fossem também rastros de devastação deixados pelos Parques Eólicos. Este vídeo-documentário faz esta viagem e revela o lado sujo da energia gerada dos ventos, decantada pela propaganda de governos e empresas como “energia limpa”.

As enormes torres, suas pás e aerogeradores, centenas já erguidas, ocupam grandes áreas e impactam negativamente natureza e comunidades humanas. Mas, são altamente lucrativas. Sua implantação não tem sido muito diferente de outros grandes projetos de energia como as hidrelétricas. Infraestrutura e tecnologia avançada para a aceleração do crescimento econômico não se justificam sem desenvolvimento humano e respeito verdadeiro aos direitos humanos, sociais, culturais e ambientais, como requer o século XXI.

Parece ser esta uma das conclusões a que leva este vídeo. Mas, não precisava ser assim…” – Ruben Siqueira (CPT Bahia)

 

 

Matéria da TV Zabelê, socializada pelo blogue Racismo Ambiental, de Tania Pacheco e reproduzida pelo EcoDebate, 19/07/2013

[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Energia Eólica: a caçada pelos ventos!

  1. Finalmente algumas vozes sensatas e críticas estão começando a perceber a destruição causada pela instalação generalizada de parques eólicos no Brasil. Causa estranheza que estes parques estejam sendo liberados em áreas rurais em tempo recorde. Há algo de podre nisso tudo. Sabe-se que as turbinas matam grandes quantidades de pássaros, aves de rapina e morcegos. Sabe-se que elas causam problemas de saúde aos moradores do entorno e, por extensão, seria lógico inferir que elas também causam problemas para a fauna cuja audição é ainda mais aguçada. Sabe-se que elas demandam grande quantidades de cimento para as suas bases. Sabe-se que elas demandam grandes quantidades de energia fóssil para serem fabricadas e provavelmente a energia que ela retornará nunca vai comensar a energia necessária para fabricá-las. Sabe-se que elas danificam a paisagem. Sabe-se que elas custam muito dinheiro. PRovavelmente cada turbina custa o equivalente a uma escola ou a um posto de saúde. Este dinheiro vai para o exterior. Então estamos abrindo mão da nossa independencia energética e transferindo ela para os países ricos que fabricam tais “bugigangas” (Inglaterra, Holanda etc). Espanta-me ver alguns jornalistas e ambientalistas tão eufóricos com esta verdadeira insanidade. Provavelmente em um futuro próximo poderemos vislumbrar grandes “cemitérios” de turbinas eólicas espalhados pelo país. Só nos EUA já existem 14 mil turbinas abandonadas em um verdadeiro monumento à estupidez humana. Esperemos para ver se há corrupção por trás disso tudo. A comparação com as hidrelétricas não procede pois estas são pelo menos confiáveis e geram energia todo o tempo, ao contrário das turbinas que passam a maior parte do tempo paradas. Lamentável.

Comentários encerrados.

Top