Repórter mostra vida de trabalhadores em linha de produção da Apple na China

 

O jornalista Bill Weir, da rede americana de televisão ABC, teve acesso exclusivo à empresa chinesa administrada pela Foxconn, uma das maiores fornecedoras da gigante do mundo da informática Apple.

Ele mostrou as duras condições na qual os trabalhadores produzem aparelhos como o iPad.

Os trabalhadores são obrigados a morar em dormitórios com outras sete pessoas. Eles fazem exatamente a mesma função na fábrica seis dias por semana.

O executivo Louis Koo, da Foxconn, respondeu a algumas acusações sobre o tratamento que os funcionários da fábrica recebem. Nos últimos anos, 18 deles cometeram suicídio. Para evitar que isso se repetisse, redes foram instaladas do lado de fora do prédio.

Louis Koo disse que a empresa não estava preparada para o ritmo de transformação no mercado – que tem exigido cada vez mais aparelhos Apple – mas ele afirmou que a companhia está mudando aos poucos.

Matéria da BBC Brasil, publicada pelo EcoDebate, 24/02/2012

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Alexa

2 comentários em “Repórter mostra vida de trabalhadores em linha de produção da Apple na China

  1. A precarização do trabalho não é uma característica da Foxconn, a saber que no Brasil ainda são registrados corriqueiramente casos de trabalho escravo.
    Ademais, não será um boicote aos produtos da Apple que produzirão alguma mudança, mas somente uma revolução popular contra a exploração capitalista que subverte o significado do trabalho, substituído pelo emprego.

  2. a volta da escravidão não é uma novidade………….o que resta saber é quando as autoridades vão tomar alguma providência…………o mercado cada vez mais voraz……quer mais….vender mais……….lucrar mais………….e o ser humano cada dia mais sub-julgado a um estado de escravidão.

Comentários encerrados.

Top
Betway Casino Roulette Image Banners
Betway Casino Roulette Image Banners