Ruralistas da região de Bagé impedem demarcação de comunidade quilombola

[dewplayer:http://www.radioagencianp.com.br/sites/ranp/imagens/100422quilombolasbage.mp3]

(2’02” / 505 Kb)

Ruralistas da região de Bagé, no Sul do Rio Grande do Sul, pressionam para impedir que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) desaproprie terras em benefício de quilombolas, negros remanescentes de quilombos. Nesta quinta-feira (22), completaram 18 dias da vigília feita pelos produtores rurais na estrada que dá acesso à Comunidade do Quilombo de Palmas.

Antenor Teixeira, da Associação Rural de Bagé, diz que os produtores somente deixarão o local quando ocorrer um acordo de consenso. Ele alega que o decreto é inconstitucional e irá afetar pequenos proprietários locais. Segundo Teixeira cerca de 480 hectares estariam para ser desapropriados pelo Incra para o quilombo. “O que a gente quer é o bom senso das autoridades, principalmente do Incra, de não fazer da forma que está sendo feito, porque o produtor está sendo agredido”.

No último dia 13 de Abril, ruralistas cercaram uma equipe do Incra que havia ido ao quilombo e impediram o início do levantamento fundiário da área para a demarcação do quilombo. Somente a partir dos estudos é que será decidido se ocorrerão desapropriações de terra. Em nota, o órgão criticou a postura dos produtores e afirmou que a ação foi ilegal, já que o cerco aconteceu dentro do próprio quilombo.

Leomar de Alves, presidente do Quilombo de Palmas, diz que a comunidade vive no local há 200 anos, mas é reconhecida há apenas 6 anos pelo governo federal. Ele reclama que a situação é tensa, embora não tenha ocorrido conflito direto dos quilombolas com os ruralistas.

“O único episódio que houve foi eles [ruralistas] barrarem a viatura do Incra já aqui dentro do quilombo e posterior a esta situação, foi barrada a própria Procuradora do Ministério Público Federal dentro da área. Mas quanto à comunidade eles estão até tentando conquistar a consciência da comunidade para quem sabe desistir do processo”, argumenta.

* Com informações de Bianca Costa

Reportagem de Raquel Casiraghi, da Radioagência NP, publicada pelo EcoDebate, 28/04/2010

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top