Comissão Internacional da Baleia propõe permissão para caça sob quotas rígidas

Trabalhadores cortam baleia em navio japonês. Foto de John Cunningham/Rex Features/The Guardian
Trabalhadores cortam baleia em navio japonês. Foto de John Cunningham/Rex Features/The Guardian

A Comissão Internacional da Baleia (CIB) propôs permissão para caça sob quotas rígidas, deixando o mundo um passo mais próximo da primeira normatização legal para pesca comercial de baleias dos últimos 25 anos.

A proposta, divulgada ontem, permitiria que o Japão, a Noruega e a Islândia – que caçam baleias amparadas por várias exceções ao monitoramento imposto em 1986 – pescassem por dez anos, mas sob limites rígidos estabelecidos pela CIB, que reduziriam o volume total pescado no mundo.

O Japão propôs uma quota anual de 935 baleias minke da Antártica, que não estão em perigo de extinção, limite que cairia para 400 ao longo dos próximos cinco anos, e para 200 nos cinco anos seguintes. A captura anual do País, de 320 indivíduos das espécies sei e mike em águas próximas do Japão, seria cortada para 210. Reportagem de The Guardian.

A proposta á uma tentativa de compromisso entre as nações pró-caça às baleias e os países que se opõem à atividade, como Estados Unidos e Austrália. A comissão argumenta que a permissão da pesca sob limites bem definidos ajudaria a melhorar o modelo atual de pesca, sobre o qual não há nenhum controle.

A CIB está preparando uma reunião geral em junho no Marrocos, onde a proposta será debatida.

Grupos ambientalistas apressaram-se em criticar a proposta que, segundo eles, poderia levar a um eventual retorno à pesca em larga escala que se viu no passado, que devastou muitas espécies.

“No momento, parece que as baleias estão fazendo todas as concessões, e não os baleeiros, e esta proposta mantém vivas as indústrias e condena as baleias”, disse o diretor do programa do Greenpeace no Japão, Junichi Sato, em um comunicado.

Apesar da moratória da pesca de baleias, de 1986, o Japão caça baleias por razões científicas. O excedente de carne é vendido para consumo, levando os críticos a tomar o programa como uma “maquiagem” para a pesca comercial. A Noruega e a Islândia também desafiam a proibição sob outras exceções. Juntas, elas capturam anualmente 3 mil baleias, dez vezes mais que em 1993.

A nova proposta da comissão sugere cotas específicas de captura para várias espécies.

Os oficiais japoneses foram cautelosamente a favor do esquema, que permitiria o País a caçar comercialmente baleias em águas próximas a sua costa.

“Uma quota de caça para as baleias minke na costa japonesa é nosso desejo a longo prazo e, sob a vigilância proposta pela comissão, esse desejo pode ser realizado”, disse um oficial da agência japonesa para a pesca, Toshinori Uoya.

O ministro das relações exteriores da Nova Zelândia, Murray McCully, disse que a proposta da CIB não atende às expectativas do seu país, que quer um avanço significativo com relação à situação atual e o comprometimento com o fim da caça às baleias no Oceano Austral.

“Os limites de pesca propostos para o Oceano Austral não são realistas. A proposta de incluir na quota as baleias comuns, que estão ameaçadas de extinção, são incendiárias. Os neo zelandeses não vão aceitar isso”, disse ele.

A comissão foi formada em 1946 para lidar com questões relativas à pesca de baleia e tem 88 países-membro.

Reportagem [Whaling commission proposes permission to hunt under strict quotas] de The Guardian, no Estadao.com.br

EcoDebate, 25/04/2010

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

7 comentários em “Comissão Internacional da Baleia propõe permissão para caça sob quotas rígidas

  1. Será que os seres humanos, realmente necessitam se alimentar de carne de Baleia???É um absurdo, esses povos insistirem nesses hábitos alimentares pré- históricos.

Comentários encerrados.

Top