Descaso x Cheias, artigo de Rodrigo Moretti

Marco Vieira … citou o caso de Santa Catarina, que tem um dos piores índices de saneamento do país, semelhante ao do Piauí. … Vieira listou a incapacidade dos municípios se endividarem, a freqüente ingerência política nas companhias estaduais de saneamento e a politização do debate sobre a privatização desse serviço. (Agencia Senado, 2009).

[EcoDebate] A chuva dos últimos dias no Estado de Santa Catarina vem trazendo consigo as lembranças dos desastres causados pelas enchentes do ano passado. Após vários dias sem parar de chover, na madrugada do dia 29 de março, a região sul sofreu com vários bairros ficando encobertos pelas cheias das águas poluídas, no caso da Cidade de Criciúma, principalmente pelos rios Criciúma e Sangão, com vários desabrigados, e motoristas caindo com seus veículos dentro de pontes, após serem arrastados pela forte correnteza que se formou nas estradas da cidade. No centro, não são raras as vezes que o comércio foi obrigado a suspender o atendimento ao público, pois surgiam derrepente um grande fluxo de água sobre a via pública sendo que as bocas-de-lobo não são suficientes para escoar esse grande volume de água que vem de todos os lados, já que nós sabemos que o Rio Criciúma esta canalizado em baixo da cidade. Notícias novas que parecem ser recortes de jornais antigos.

Continuamos impotentes no combate ao crescimento sem planejamento, onde pode quem paga mais, e neste balaio, não podemos inserir somente os construtores, ou os habitante desta terra, pois um dos grandes responsáveis no passado, e nos parece que no presente, é o poder público que deixou e ainda deixa, pela sua total inoperância que os rios sejam degradados e permitem que a população ocupe as áreas de risco, uma vez que no período de chuvas ficam sujeitas a alagamentos.

Não possuímos programas capazes de melhorar as condições de vida das famílias que atualmente residem na faixa de alagamento, em situação de alto risco e nas áreas adjacentes ao rio, projeto este que poderia configurar importante trabalho social, e muito menos está se trabalhando para a erradicação das áreas de riscos ou do ponto de vista ambiental, a recuperação dos rios.

Onde estão os integrantes da sociedade que deveriam estar exercendo o cumprimento do seu dever de defesa do meio ambiente, do bem comum. Quem ainda é a favor do novo Código Ambiental elaborado pelos nossos catarinenses?

Rodrigo Moretti, gestor ambiental, diretor sul do Instituto Eco&Ação
e-mail: rodrigomoretti{at}ecoeacao.com.br

EcoDebate, 31/03/2010

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top