Educação: É essencial transmitir o real sentido da vida, artigo de Benedicto Ismael C. Dutra

[EcoDebate] O planeta Terra foi estruturado com tanto esmero para que surgissem as necessárias condições para a vida humana, no entanto, está se tornando cada vez mais um lugar perigoso para se viver. A cada ano que passa, mais difíceis se tornam as condições de vida.

Assim como os organismos evoluíram, também o ser humano deveria prosseguir aprimorando-se, tanto na estrutura física, como no modo de proceder, crescendo interiormente e evoluindo. No entanto, não é isso que acontece. Cada vez mais, nos damos conta do aumento da criminalidade e dos vícios. Para mudar o curso dos acontecimentos, duas medidas são urgentes e essenciais: melhorar a formação familiar, investir na educação formal e na consciência de que a sociedade pune as atitudes criminosas e incivilizadas.

Pesquisas mostram que, sem preparo, a maioria das pessoas não saberá como superar as influências negativas recebidas de terceiros e dos meios de comunicação. No entanto, os alunos chegam às escolas sem as mínimas condições de aprender, pois nesta fase de tantos desajustes familiares, nem sempre os pais tem o preparo para fornecer a seus filhos a base inicial.

Além disso, as escolas transmitem muitas informações aos alunos, mas não apresentam a essência da vida. Por isso, muitos deles revoltam-se e querem desistir dos estudos, pois percebem que poucos aprendem.

Diante de tantas dificuldades, os governos precisam encarar como prioridade as verdadeiras necessidades educacionais. Temos que pensar em como poderemos melhorar a qualidade humana dos alunos. Apesar de toda a oposição e dos interesses, necessitamos de um sistema educacional que prepare o ser humano para a vida, pois a inteligência precisa ser aprimorada.

Os estudantes devem ser estimulados a buscar o conhecimento de si mesmos e da vida de forma natural, eliminando o ódio e a revolta, fortalecendo a individualidade, aprendendo a ter respeito e consideração pelo próximo. Eles têm que aprender a ler e a falar corretamente, mas os textos devem conter ensinamentos sobre o sentido da vida, para que eles possam entendê-la, e então estarem aptos a descobrir as artes, as ciências, as profissões, tornando-se cidadãos úteis e benéficos.

Temos que possibilitar que os indivíduos se tornem verdadeiros seres humanos, desenvolvendo suas propriedades intrínsecas. Quando crianças e adultos são reprimidos, não alcançam a plenitude de seu desenvolvimento, de seu potencial individual. No entanto, precisam estar conscientes de sua responsabilidade e do necessário respeito e consideração ao próximo.

Sem o propósito de buscar a permanente evolução humana, engrossamos as massas despreparadas e torna-se impossível reverter a baixa qualidade de vida. Temos decaído em sistemas sem liberdade, com o viver monótono que leva ao desinteresse e à depressão. Só os que se acham no topo conseguem agir com liberdade e criatividade, os outros permanecem como massa de manobra sem vontade própria.

Tudo que aprendermos se tornará proveitoso e utilizável, quando a conquista da compreensão do significado da vida se tornar um acontecimento natural mediante o apoio da base familiar e da educação formal.

* Benedicto Ismael Camargo Dutra é graduado pela Faculdade de Economia e Administração da USP, articulista colaborador de importantes jornais de São Paulo e realiza palestras sobre temas ligados à qualidade de vida. Atualmente, é um dos coordenadores do www.library.com.br, site sem fins lucrativos, e autor dos livros Encontro com o Homem Sábio , Reencontro com o Homem Sábio, A Trajetória do Ser Humano na Terra e Nola – o manuscrito que abalou o mundo, editados pela Editora Nobel com o selo Marco Zero. E-mail: bidutra{at}attglobal.net

** Colaboração de Ticiane Araújo para o EcoDebate, 30/03/2010

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top