‘Fertilização’ dos oceanos: Ferro produz neurotoxina que prejudica ecossistemas marinhos

A fertilização dos oceanos com ferro foi proposta como uma forma de enfrentar as mudanças climáticas.
A ideia é de que o ferro promove o crescimento do fitoplâncton, que remove o dióxido de carbono da atmosfera através da fotossíntese. Quando o fitoplâncton morre e afunda, o carbono é isolado no fundo do oceano.

O entusiasmo com a ideia vem diminuindo, em parte devido à preocupação com a manipulação em larga escala dos ecossistemas marítimos. Reportagem de Henry Fountain, The New York Times.

Um estudo recente, publicado na revista científica The Proceedings of the National Academy of Sciences aponta para um risco específico: com a promoção do crescimento de certos organismos, o enriquecimento do ferro pode resultar na produção de uma neurotoxina, o que traria prejuízos ao meio ambiente.

Charles G. Trick e sua equipe, da Universidade Western Ontario, estudaram várias espécies de diatomáceas do gênero Pseudo-nitzschia.

Estes organismos produzem ácido domoico, utilizado para ajudar no crescimento. Porém, este ácido é tóxico para muitos organismos, inclusive mamíferos aquáticos e seres humanos.

As grandes florescências de Pseudo-nitzschia nas águas costeiras causaram o envenenamento de leões marinhos que se alimentam de moluscos contaminados. No entanto, alguns estudos sugeriram que no meio do oceano as diatomáceas não produzem a toxina.

Trick disse que o trabalho de sua equipe prova que as pesquisas anteriores estavam incorretas.

As Pseudo-nitzschia colhidas no meio do oceano e sujeitas às experiências a bordo do barco de pesquisas produziram uma grande quantidade de ácido domoico. “Descobrimos que há muita toxina lá”, disse ele. “Caso semeássemos com ferro, a quantidade de toxina aumentaria.”

Os pesquisadores encontraram provas de que o aumento da produção de ácido domoico permitiu que as Pseudo-nitzschia invadissem outros fitoplânctons. “É mais tóxico do que antes e está presente em maior quantidade”, afirmou Trick.

Tradutor: Cláudia Lindenmeyer

Reportagem [A Risk of Poisoning the Deepest Wells] New York Times News Service, no UOL Notícias.

EcoDebate, 20/03/2010

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top