Organização Meteorológica Mundial estima que a última década deverá ser a mais quente já registrada

aumento médio da temperatura de 1850 a 2009

Relatório da Organização Meteorológica Mundial mostra que o ano 2009 deve figurar entre os dez mais quentes desde 1850; alterações extremas provocaram inundações devastadoras, secas severas, tempestades de neve, e ondas de calor e de frio.

O ano 2009 deve figurar entre os dez mais quentes desde 1850, quando começaram os primeiros registros do clima analisados pela Organização Meteorológica Mundial.

Trata-se até agora do 5º ano de maior calor dos últimos 160 anos, segundo relatório parcial da OMM divulgado nesta terça-feira que será usado nos debates da Conferência da ONU sobre Mudança Climática.

Década

A década entre 2000 e 2009 também deverá ser a mais quente já registrada.

As temperaturas acima da média foram sentidas na maior parte das regiões, com exceção dos Estados Unidos e Canadá, que tiveram mais frio do que a média.

Alterações extremas provocaram inundações devastadoras, secas severas, tempestades de neve, e ondas de calor e de frio.

O relatório indica que o sul da Ásia e da América do Sul e a Austrália foram os mais afetados por períodos quentes e intensos, principalmente entre os meses de março e maio.

Países como o Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina tiveram temperaturas diárias no outono entre 30ºC e 40ºC, números recordes para a estação. A OMM também cita o nordeste e o sul do Brasil como as regiões mais afetadas por chuvas pesadas e inundações no mesmo período.

Quente

Na África Oriental houve forte escassez de alimentos devido às secas, e no Quênia, prejuízos na colheita de milho e mortes de animais. Já na África Ocidental as tempestades em setembro afetaram mais de 100 mil pessoas.

Os dados foram coletados com informações preliminares de estações climáticas, navios, bóias e satélites. O relatório completo será publicado em março de 2010.

Reportagem de Daniela Traldi, da Rádio ONU em Nova York, publicada pelo EcoDebate, 09/12/2009

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top