Pesquisadores indígenas elaboram livro para escolas das aldeias

Pesquisadores indígenas elaboram livro para escolas das aldeias
Foto: Comissão Pró-Índio do Acre, CPI/AC

[EcoDebate] Entre os dias 09 e 15 de setembro professores, pesquisadores e colaboradores indígenas do povo Manchineri participaram da oficina “Tradição no Presente: História Oral nas Aldeias”, realizada no município de Assis Brasil, no Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Acre (Sinteac). O objetivo do encontro foi a produção e edição de textos e ilustrações que vão compor um livro a ser utilizado nas escolas das aldeias sobre a história dos Manchineri.

Na oficina, os índios reuniram textos produzidos ao longo de mais de 10 anos nos cursos de formação de professores e pesquisadores indígenas através do projeto “Uma Experiência de Autoria dos Índios do Acre”, realizado pela Comissão Pró-Índio. Na ocasião, eles também elaboraram novos textos e desenhos para ilustrar o livro.

Os materiais organizados e trabalhados durante o encontro abordam vários aspectos da cultura do povo Manchineri, como os mitos de origem do mundo, o surgimento das aldeias, a história do contato com o homem branco, as canções, as histórias dos antigos, as festas, entre outros. O livro trará também atividades didáticas como exercícios de interpretação dos textos e questionários.

Durante a oficina, o trabalho dos pesquisadores foi acompanhado pela assessora antropológica Pirjo Kristina Virtanen, que está desenvolvendo projetos com a comunidade há dois anos, e pela assessora linguística Edineide Silva. “Esse livro vai contribuir para o registro da cultura do povo Manchineri para as futuras gerações. Cada aldeia tem uma escola e esse material vai ser enviado para lá”, afirmou Edineide. Já Pirjo conta que eles “estão muito motivados porque geralmente os livros que chegam para as escolas Manchineri não mostram a sua realidade. Este vai falar especificamente do povo deles, além de proporcionar o fortalecimento da língua escrita”.

A oficina “Tradição no Presente: História Oral nas Escolas” foi realizada pela Comissão Pró-Índio do Acre (CPI/AC) e pela Mapkaha (associação do povo Manchineri), em parceria com a Universidade de Helsinque/Finlândia e Laboratório de Línguas Indígenas (LALI) da Universidade de Brasília (UnB). Esta atividade é apoiada pela Fundação Tókio, através do Fundo Sasakawa de Bolsas para Líderes Jovens (SYLFF), e pelo Núcleo de Estudos Agrários (NEAGRI/UnB). A previsão para a distribuição do livro “Tsrunni Manxinerune Hinkakle Pirana” (História dos antigos Manchineri) nas aldeias é para março de 2010.

* Colaboração de Leandro Chaves, Comissão Pró-Índio do Acre, CPI/AC, para o EcoDebate, 30/09/2009

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top