Sociedade Nordestina de Ecologia (SNE) realiza plantio de 8 mil mudas no município de Moreno

No dia 17/6, a Sociedade Nordestina de Ecologia (SNE), em parceria com a Prefeitura do município de Moreno, realizou o plantio participativo de 100 mudas nas margens do Rio Jaboatão. A ação envolveu cerca de 40 alunos de escolas municipais e particulares, além da comunidade local, e ocorreu às 15h, com concentração na Escola Baltazar Moreno, no bairro Liberdade.

O plantio é uma ação mobilizadora e simbólica, mas no total está previsto que sejam plantadas, até o final deste inverno, cerca de 8 mil mudas de espécies nativas no município de Moreno, às margens do Rio Jaboatão, na comunidade Galinha D´água e em Bonança.

A gerente executiva do projeto Reflorestágua, da SNE, Maíra Braga, explica que o trabalho faz parte da linha de ação de reflorestamento ciliar participativo. “Na primeira edição, entre 2005 e 2006, plantamos mais de 52 mil mudas em cerca de 32 hectares. Nesta segunda fase, já passamos das 24 mil, das quais 13 mil foram plantadas só neste mês de junho”, contabiliza a gestora, cuja meta para esta fase do Projeto é atingir o plantio de 55 mil mudas, envolvendo todos os municípios da Bacia do Tapacurá.

No reflorestamento serão usadas as espécies Ipês Amarelo, Roxo e Lilás, Oiti, Mororó, Caibera e Jucá. Indicadas para margens de rios, as mudas foram produzidas no viveiro de Itapissuma (Região Metropolitana do Recife), que integra o Posto Avançado da Reserva de Biosfera da Mata Altântica (RBMA) e é considerada a maior sementeira de Pernambuco de espécies nativas da Mata Atlântica.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O REFLORESTÁGUA

Iniciado em 2005, o projeto tem como objetivo a melhoria das condições socioambientais da Bacia Hidrográfica do Tapacurá, por meio de ações que atuam de forma integrada, a exemplo da educação ambiental, mobilização social, monitoramento da água e políticas públicas.

A coordenadora geral do projeto, Elisabete Braga, explica que o projeto está presente em mais de 20 escolas dos seis municípios do Tapacurá. “Desde 2008, quando incluímos as regiões de São Lourenço da Mata, Moreno, Chã Grande e Gravatá, já realizamos 25 oficinas práticas em educação ambiental para professores e 40 oficinas para alunos”, detalha. “Nosso papel é contribuir efetivamente para as discussões e atitudes proativas para a solução e minimização dos problemas ambientais nessas regiões, agregando neste processo alunos e professores que serão os grandes multiplicadores”.

* Nota enviada por Rogério Almeida, colaborador e articulista do EcoDebate.

[EcoDebate, 19/06/2009]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Top