Fiscalização resgata 14 trabalhadores em situação análoga a de escravo na Bahia

PEC do Trabalho Escravo: Aprovação JÁ

Grupo estava submetido a jornada extenuante de domingo a domingo e a servidão por dívida

O Grupo de Fiscalização da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia (STRE/BA) encontrou 14 trabalhadores em situação análoga a de escravo em uma fazenda no município de Correntina (BA). Em operação realizada nesta quarta-feira (18), os auditores verificaram que os trabalhadores estavam alojados em barraco madeira e lona ao lado de silos, que eram ligados durante a noite, fazendo muito barulho e dificultando o sono. Parte deles dormia no chão no barraco e dois ao relento. Comiam apenas arroz, macarrão e caldo de feijão.

Os trabalhadores foram aliciados na cidade de São Domingos e trabalhavam na fazenda havia dois meses, de domingo a domingo. Segundo depoimentos, nunca seria possível produzir o que o fazendeiro estipulou como equivalente a R$ 30 por semana, descontadas dívidas cobradas pela utilização de ferramentas, Equipamento de Proteção Individual (EPI) e objetos de higiene, em alguns casos com ágio de 100%.

Todos os empregados resgatados foram levados de ônibus até o hotel onde estão hospedados, e em seguida levados à Gerência de Barreiras recebendo os direitos rescisórios que totalizaram R$ 22.344,97, além do seguro-desemprego. A Fazenda pagará ainda o dinheiro da passagem de volta para casa.

Assessoria de Imprensa do MTE

[EcoDebate, 21/03/2009]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta que envie um e-mail para newsletter_ecodebate-subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

Top