60% das empresas ainda não têm uma estratégia de sustentabilidade

 

60% das empresas ainda não têm uma estratégia de sustentabilidade

Como medidas sustentáveis podem potencializar a gestão das empresas

Por Karine Coutinho

Desde o surgimento das primeiras tecnologias, o ecossistema mundial tem sofrido com os impactos causados por elas. Com o passar do tempo e com o agravamento da situação do meio ambiente, cada vez mais, ferramentas de gestão estão sendo potencializadas, não somente com o intuito de facilitar a jornada de compra do cliente e a rotina do colaborador, mas também em prol dos impactos ambientais.

Mas, mesmo diante dessas preocupações, 60% das grandes e médias empresas do Brasil ainda não possuem uma estratégia de sustentabilidade, segundo o estudo inédito do Instituto FSB Pesquisa. Este dado reflete diretamente no desenvolvimento da gestão de negócios brasileiros e, consequentemente, na geração de diversos impactos para o planeta. Mas, como essas medidas podem potencializar empresas como um todo?

Medidas de sustentabilidade e os negócios

Muito se fala sobre o diferencial competitivo na adoção de estratégias corporativas voltadas para a melhoria do meio ambiente, onde investidores, consumidores e a sociedade em geral, levam isso como um critério de escolha. Mas, o mais importante é pensar no real objetivo da implementação deste sistema sustentável, como a sua importância para o desenvolvimento e bem-estar do planeta e das pessoas, e, consequentemente, o reflexo positivo nos negócios.

Um bom exemplo a mencionar é a Ocean Reader, máquina de cartões da Zettle by Paypal, fintech referência em meios de pagamentos na Europa e em toda a América, que é feita com 75% de plástico retirado dos oceanos, fruto da parceria entre a empresa e a Oceanworks, marketplace global para plásticos reciclados dos oceanos.

A iniciativa, que já retirou mais de uma tonelada de lixo das águas, tem como com um dos objetivos conscientizar as empresas sobre o descarte excessivo de lixos, investindo em materiais de maior durabilidade em seus produtos. Para bares, cafés e restaurantes essa é uma alternativa que pode ser muito significativa, uma vez que lidam com demasiado consumo de embalagens.

Monitoramento das ações aplicadas

Ainda, analisando o estudo mencionado, apenas 22% das empresas entrevistadas realizam a gestão e o acompanhamento das estratégias postas em prática, o que pode gerar uma falta de credibilidade na imagem da empresa. Também, se o projeto sustentável está ligado com uma outra demanda da empresa, pode ser que ocorra algum ruído no processo e o todo seja prejudicado.

Diante disso, é necessário o planejamento, a aplicação e o monitoramento das ações aplicadas, desta forma, a medida sustentável pode, de fato, favorecer o negócio, e em especial, o meio ambiente.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 29/11/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top