Perdas econômicas de extremos climáticos podem se amplificar em todo o mundo

 

Enchente ocorrida no Acre em 2015
Enchente ocorrida no Acre em 2015. Foto: Agência de Notícias do Acre/Sérgio Vale

Perdas econômicas de extremos climáticos podem se amplificar em todo o mundo

Os extremos climáticos podem causar oscilações econômicas ao longo de nossas cadeias de abastecimento. Se ocorrerem quase ao mesmo tempo, as ondulações começam a interagir e podem se amplificar mesmo se ocorrerem em lugares completamente diferentes ao redor do mundo, mostra um novo estudo.

Potsdam Institute for Climate Impact Research (PIK)*

As perdas econômicas resultantes são maiores do que a soma dos eventos iniciais, os pesquisadores descobriram em simulações de computador da rede econômica global. As economias ricas são afetadas de forma muito mais forte do que as pobres, de acordo com os cálculos.

Atualmente, os extremos climáticos ao redor do mundo estão aumentando devido às emissões de gases de efeito estufa da queima de combustíveis fósseis. Se acontecerem simultaneamente ou em rápida sucessão, mesmo em diferentes lugares do planeta, suas repercussões econômicas podem se tornar muito maiores do que se pensava.

“A ressonância ondulada, como a chamamos, pode se tornar a chave na avaliação dos impactos climáticos econômicos, especialmente no futuro”, diz Kilian Kuhla, do Instituto Potsdam para Pesquisa de Impacto Climático, primeiro autor do estudo. “O efeito dos extremos climáticos em nossa economia globalizada gera perdas em algumas regiões que enfrentam escassez de oferta e ganhos em outras que apresentam aumento da demanda e, portanto, preços mais altos. Mas quando os extremos se sobrepõem, as perdas econômicas em toda a rede de abastecimento global são, em média, 20% maiores. Isso é o que vemos em nossas simulações de eventos de estresse por calor, inundações de rios e ciclones tropicais; e é uma visão muito preocupante. ”

Geralmente, condições climáticas extremas que levam, por exemplo, à inundação de uma fábrica, não levam apenas a perdas diretas de produção local. Sabe-se que os choques econômicos também se propagam na rede global de comércio. Agora, os pesquisadores descobriram que esses efeitos propagados não apenas se somam, mas podem de fato amplificar uns aos outros. Os pesquisadores modelaram a resposta da rede global, calculando 1,8 milhões de relações econômicas entre mais de 7.000 setores econômicos regionais.

Economias mais ricas são atingidas com mais força

Embora nem todos os países sofram com o efeito cascata de ressonância, a maioria dos países economicamente relevantes sofre. Especificamente, a China, devido à sua posição de destaque na economia mundial, mostra um efeito acima da média de mais de 27% de perdas extras quando eventos extremos se sobrepõem em comparação com quando eles ocorrem independentemente uns dos outros.

“O fenômeno da onda de ressonância econômica significa que dois incidentes separados enviam ondas de choque pela economia mundial, e essas ondas se acumulam – como uma onda gigante”, diz Anders Levermann, chefe do departamento do Instituto Potsdam e cientista da Universidade de Columbia em Nova York, que liderou a equipe do autor. “A escassez de oferta aumenta a demanda e isso aumenta os preços. As empresas têm que pagar mais por seus bens de produção. Na maioria dos casos, isso será transmitido ao consumidor. Como os extremos climáticos acontecem abruptamente, não há uma adaptação suave de capacidades e preços, pelo menos por um curto período de tempo. Se outros fornecedores falham, devido às repercussões econômicas de outro extremo climático em outro lugar, os choques de preços interferentes são intensificados. ”

A sobreposição torna as perdas totais maiores do que a soma dos danos de dois eventos

“Se algo fica raro, fica caro, e se fica raro no mundo todo, fica muito caro – claramente, isso não é novo”, diz Levermann. “A novidade é a sobreposição. Até agora, as pessoas analisaram principalmente os danos locais ou, no máximo, as repercussões econômicas de um desastre de cada vez. Agora descobrimos que um segundo desastre acontecendo quase ao mesmo tempo, mesmo que seja em um canto diferente do mundo, pode levar a maiores perdas econômicas mundiais. ”

Isso é verdadeiro não apenas para desastres simultâneos, mas também para desastres consecutivos, se os efeitos econômicos dos diferentes desastres se sobrepõem. “Ao permitir que as mudanças climáticas ocorram de maneira descontrolada, adicionamos perdas econômicas induzidas pelo clima em cima de tudo o mais. Se não reduzirmos rapidamente os gases do efeito estufa, isso nos custará – ainda mais do que esperávamos até agora. ”

Referência:

Kilian Kuhla, Sven Norman Willner, Christian Otto, Tobias Geiger, Anders Levermann (2021): Ripple resonance amplifies economic welfare loss from weather extremes. Environmental Research Letters [DOI: 10.1088/1748-9326/ac2932]
https://doi.org/10.1088/1748-9326/ac2932

 

Henrique Cortez *, tradução e edição.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 28/10/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top