IDH do Brasil, China, Venezuela e Vietnã em 2019

 

IDH do Brasil, China, Venezuela e Vietnã em 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] A estratégia de desenvolvimento dos países do leste asiático – baseado na promoção das exportações (“Export-Led Growth”) tem mostrado melhores resultados práticos do que a estratégia dos países latino-americanos baseada na substituição de importações.

O melhor desempenho asiático fica claro na análise do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). O gráfico abaixo mostra que entre 1990 e 2010 a Venezuela e o Brasil tinham um IDH bem superior ao IDH de China e Vietnã. Mas enquanto os indicadores dos países do leste asiático cresciam rapidamente, o IDH do Brasil cresceu lentamente a partir de 2014 e o da Venezuela diminuiu. Assim, o IDH da Venezuela que era o maior entre os 4 países ficou o menor em 2019 (empatado com o Vietnã) e o houve empate entre os IDHs da China e do Brasil.

 

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Venezuela, Brasil, China e Vietnã: 1990-2019

idh do brasil china venezuela e vietnã em 2019

Fonte: http://hdr.undp.org/en/content/human-development-index-hdi

A tabela abaixo mostra o IDH da Noruega (o primeiro colocado no ranking internacional) e dos 4 países em questão, decomposto pelos componentes, para o ano de 2019. A China tem a maior esperança de vida ao nascer (Eo) e a maior renda per capita, entre os 4 países, embora bem distante da Noruega. Contudo, o Brasil leva vantagem da expectativa de anos de escolaridade e a Venezuela em média de anos de educação.

IDH de Noruega, Brasil, China, Venezuela e Vietnã em 2019

Rank IDH

Países

IDH

Eo

Expectativa anos de escolaridade

Média de anos de educação

Renda per capita

1

Noruega

0,957

82,4

18,1

12,9

66.494

84

Brasil

0,765

75,9

15,4

8,0

14.263

85

China

0,761

76,9

14,0

8,1

16.057

113

Venezuela

0,711

72,1

12,8

10,3

7.045

117

Vietnã

0,704

75,4

12,7

8,3

7.433

Fonte: http://hdr.undp.org/en/content/human-development-index-hdi

 

Para 2020, a expectativa é que a China ultrapasse o Brasil e o Vietnã ultrapasse a Venezuela, pois os países do leste asiático tiveram um desempenho muito melhor no controle da pandemia da covid-19.

Com grande probabilidade o Brasil e a Venezuela vão ter redução nos indicadores de esperança de vida, educação e renda, enquanto a China e o Vietnã devem apresentar avanços nestas áreas sociais.

Brasil e Venezuela são países submergentes, enquanto a China e o Vietnã são países emergentes. Os dois países asiáticos conseguiram controlar a epidemia, apresentaram crescimento do PIB em 2020 e devem ter desempenho ainda melhor em 2021. As diferenças são contrastantes.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 04/03/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

Nota: Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top