Aquecimento global aumenta hospitalizações cardiovasculares relacionadas ao calor

 

Por Shanshan Li*

O impacto das altas temperaturas nas hospitalizações por doenças cardiovasculares aumentou nas últimas duas décadas em Queensland, na Austrália, de acordo com um novo estudo publicado esta semana na PLOS Medicine por Shanshan Li e Yuming Guo da Monash University, Austrália, e colegas.

Temperaturas extremas – tanto frias quanto quentes – são fatores de risco conhecidos para morbimortalidade cardiovascular. As mudanças climáticas globais estão aumentando a duração e a intensidade dessas temperaturas extremas. Estudos anteriores descobriram uma diminuição na associação entre temperaturas quentes e mortes cardiovasculares, sugerindo que as pessoas podem ter se adaptado ao clima quente. No novo estudo, os pesquisadores usaram dados de 1.855.717 hospitalizações cardiovasculares em Queensland, Austrália, entre 1995 e 2016, para estudar a associação entre temperatura e hospitalizações.

Entre 1995 e 2016, a temperatura média diária em Queensland aumentou de 20,9 ° C para 21,7 ° C e o número anual de hospitalizações cardiovasculares aumentou de 46.730 para 123.477. Em todas as idades, sexos e zonas climáticas, o risco relativo de hospitalizações cardiovasculares associadas a altas temperaturas aumentou ao longo do tempo, mas o impacto das baixas temperaturas diminuiu ao longo do tempo. A magnitude crescente dos impactos do calor foi maior nos homens do que nas mulheres (p = 0,002) e maior nas pessoas com menos de 70 anos em comparação com as pessoas com 70 anos ou mais (p <0,001).

“Dada a crescente associação entre temperaturas quentes e hospitalização cardiovascular e a aceleração do aquecimento global, destacamos uma tendência preocupante de que o ônus dos serviços de saúde cardiovascular é aumentar com o tempo em dias de alta temperatura”, afirmam os autores.

Referência:

Davidson AJF, Park AL, Berger H, Aoyama K, Harel Z, Cook JL, et al. (2020) Risk of severe maternal morbidity or death in relation to elevated hemoglobin A1c preconception, and in early pregnancy: A population-based cohort study. PLoS Med 17(5): e1003104. https://doi.org/10.1371/journal.pmed.1003104

 

* Tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 22/07/2020

 

Para pesquisar mais sobre este tema ou outros, use a ferramenta de pesquisa

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top