Em janeiro, a temperatura global estava mais quente do que no recorde anterior no registro de dados

 

Tivemos o mês de Janeiro mais quente, um pouco à frente de 2016, quando houve forte El Niño, de acordo com o Serviço de Mudanças Climáticas de Copérnico.

As temperaturas na Europa foram 3.1°C acima da média de 1981-2010, e mais de 6°C mais altas na Europa oriental e na Federação Russa.

As temperaturas também estavam muito acima da média sobre a maioria dos EUA e leste do Canadá, sobre o Japão e partes do leste da China e do Sudeste Asiático, sobre o estado de Nova Gales do Sul na Austrália e sobre partes da Antártida.

As temperaturas estavam significativamente abaixo da média sobre o Alasca e o norte-oeste do Canadá, e sobre as ilhas de Baffin e Ellesmere no nordeste do Canadá. Também estava mais frio do que a média, mas em menor grau, em várias outras regiões.

Apesar de regiões de temperatura abaixo da média terem acontecido em todos os principais oceanos, particularmente no hemisfério sul, as temperaturas do ar sobre o mar foram principalmente superiores à média de 1981-2010 Os meios globais da temperatura do ar marinho e da temperatura da superfície do mar estavam ambos próximos dos valores de pico que ocorreram no momento do El Niño de 2015/16

 

temperatura global em janeiro de 2020

 

Detalhes do resumo mensal em https://climate.copernicus.eu/surface-air-temperature-january-2020

 

* Informe do Copernicus Climate Change Service/ECMWF, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 06/02/2020

[cite]

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top