Emergência Climática: Mudanças climáticas podem causar profundas mudanças no clima subtropical

 

Mais de um bilhão de pessoas dependem de monções sazonais para suas necessidades de água. A monção asiática está intimamente ligada a um fluxo de ar tropical em escala planetária que, de acordo com um novo estudo do Lawrence Berkeley National Laboratory (Berkeley Lab), provavelmente mudará geograficamente à medida que o clima continuar quente, resultando em menos chuvas em determinadas regiões .

Lawrence Berkeley National Laboratory*

Os pesquisadores do Berkeley Lab, Wenyu Zhou e Da Yang, juntamente com Shang-Ping Xie, do Scripps Institution of Oceanography da UC San Diego, usaram modelos climáticos globais para estudar a chamada célula de Hadley, que é o nome desse padrão de circulação atmosférica tropical. Os resultados de seus modelos sugerem que as monções do leste asiático mudarão geograficamente à medida que o clima continuar quente, e que o aumento do aquecimento no equador conduzirá essa mudança. O estudo foi publicado recentemente na revista Nature Climate Change.

A célula de Hadley consiste em dois componentes – o ar úmido que sobe no equador ou os trópicos profundos, causando fortes precipitações durante as monções, e o ar seco que desce nos subtrópicos de ambos os lados do equador, resultando em condições secas nos subtrópicos.

Sob aquecimento antropogênico, a parte subtropical seca se expandirá para os pólos norte e sul, enquanto a parte tropical úmida e profunda ficará menor, de acordo com modelos climáticos globais.

 

célula de Hadley
Na célula de Hadley, o ar úmido sobe nos trópicos profundos (azul) enquanto o ar seco desce nos subtrópicos (vermelho). Em um clima mais quente no futuro (linhas tracejadas), as áreas secas se expandirão enquanto as áreas úmidas se contrairão. A contração tropical profunda interage com a expansão subtropical e afeta as monções que ocorrem na Ásia, de acordo com um novo estudo do Berkeley Lab. Linhas sólidas mostram o clima de hoje. (Crédito: Berkeley Lab)

 

Para este estudo, os pesquisadores usaram um cenário de pior mudança climática, conforme definido pelo Painel Intergovernamental das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, para modelar o clima nos últimos 30 anos do século XXI.

Ao investigar mudanças na célula de Hadley durante diferentes estações do ano, os pesquisadores descobriram que a ocorrência de chuvas de monções se deslocará em direção ao equador. “Estudos anteriores sugeriram que, em média, a célula de Hadley se expandirá em direção aos pólos em climas mais quentes. No entanto, mostramos um comportamento diferente nos meses de verão – uma contração em relação ao equador em junho-julho, devido ao efeito do aumento do aquecimento no equador ”, disse Zhou.

Essa contração inesperada pode ter impactos profundos no clima regional subtropical. Atualmente, as chuvas no leste da Ásia atingem o pico nos meses de verão. “As monções são um importante recurso hídrico para o leste da Ásia e grandes partes da China”, disse Yang. “Então, como ele se move ou muda com o clima terá um enorme impacto no gerenciamento de recursos hídricos e no cotidiano das pessoas nessas áreas”.

Olhando para o futuro, este estudo abre as portas para novas direções de pesquisa, dizem os pesquisadores. “Estamos começando a investigar o impacto em outras características regionais, como as monções norte-americanas e as faixas de furacões”, disse Zhou.

E embora essa contração do início do verão tenha sido evidente em sua modelagem por computador, outra questão importante é se ela pode ser vista em observações da vida real. Seus resultados preliminares sugerem que nos últimos 30 anos esses padrões foram dominados pela variabilidade natural. O efeito do aquecimento global ainda não foi aparente. “Em outras palavras, as consequências das mudanças climáticas, como sugerido neste estudo, estão aguardando para serem vistas”, disse Yang.

Referência:

Zhou, W., Xie, S. & Yang, D. Enhanced equatorial warming causes deep-tropical contraction and subtropical monsoon shift. Nat. Clim. Chang. 9, 834–839 (2019) doi:10.1038/s41558-019-0603-9
https://doi.org/10.1038/s41558-019-0603-9

 

* Informe do Lawrence Berkeley National Laboratory, com tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 14/11/2019

Emergência Climática: Mudanças climáticas podem causar profundas mudanças no clima subtropical, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 15/11/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/11/15/emergencia-climatica-mudancas-climaticas-podem-causar-profundas-mudancas-no-clima-subtropical/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top