Doenças infecciosas na vida marinha estão relacionadas a décadas de aquecimento do oceano

 

corais
Foto: EBC

 

Novas pesquisas mostram que mudanças de longo prazo em doenças de espécies oceânicas coincidem com décadas de mudanças ambientais generalizadas.

Redação EcoDebate

O estudo, “Increases and decreases in marine disease reports in an era of global change“, foi publicado na Proceedings of Royal Society B .

A compreensão das tendências oceânicas é importante para avaliar as ameaças atuais aos sistemas marinhos, e as doenças são um importante sentinela da mudança, de acordo com o autor sênior Drew Harvell, professor de biologia marinha na Universidade de Cornell.

“Os aumentos e diminuições de doenças podem ser más notícias”, disse a principal autora Allison Tracy, que estudou com Harvell. “As mudanças de longo prazo na doença que vemos aqui podem resultar da pressão antropogênica sobre plantas e animais no oceano”.

Os pesquisadores examinaram os relatórios de doenças infecciosas marinhas de 1970 a 2013, que transcendem as flutuações de curto prazo e as variações regionais. Eles examinaram registros de corais, ouriços, mamíferos, decápodes, peixes, moluscos, tubarões, raias, ervas marinhas e tartarugas.

Para corais e ouriços, os relatos de doenças infecciosas aumentaram no período de 44 anos. No Caribe, os crescentes relatos de doenças de corais se correlacionaram com eventos de aquecimento. É sabido que o branqueamento de corais aumenta com o aquecimento, mas Harvell disse que eles estabeleceram uma conexão de longo prazo entre o aquecimento e as doenças dos corais.

“Finalmente, associamos um assassino de coral como uma doença infecciosa a ataques repetidos de aquecimento ao longo de quatro décadas de mudança”, disse ela. “Nosso estudo mostra que os relatórios de doenças infecciosas estão associados a anomalias de temperatura quente em corais em uma escala multidecadal”.

Esses resultados melhoram a compreensão de como os ambientes em mudança alteram as interações das espécies e fornecem uma base sólida para a saúde da vida marinha no período estudado.

Referência:

Increases and decreases in marine disease reports in an era of global change
Allison M. Tracy, Madeline L. Pielmeier, Reyn M. Yoshioka, Scott F. Heron and C. Drew Harvell
Published:09 October 2019 https://doi.org/10.1098/rspb.2019.1718

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 15/10/2019

Doenças infecciosas na vida marinha estão relacionadas a décadas de aquecimento do oceano, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 15/10/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/10/15/doencas-infecciosas-na-vida-marinha-estao-relacionadas-a-decadas-de-aquecimento-do-oceano/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top