Aumento da extração coloca níveis de água subterrânea em risco e ameaça a vitalidade dos ecossistemas

 

A água subterrânea é a maior fonte de água doce do mundo e é de vital importância para a produção de alimentos. O aumento da extração de água subterrânea nas últimas décadas resultou no afundamento de lençóis freáticos em todo o mundo.

Universität Freiburg*

 

Em todo o mundo, os leitos dos rios estão quase secando - especialmente em regiões nas quais a água subterrânea foi extraída por muitos anos. Foto: George - stock.adobe.com
Em todo o mundo, os leitos dos rios estão quase secando – especialmente em regiões nas quais a água subterrânea foi extraída por muitos anos. Foto: George – stock.adobe.com

 

Um estudo realizado pelo hidrologista Dr. Inge de Graaf, do Instituto de Ciências da Terra e do Meio Ambiente da Universidade de Freiburg, mostra que quase 20% das bacias hidrográficas onde a água subterrânea é bombeada sofrem com um fluxo de córregos e rios que é baixo demais para sustentar suas águas. ecossistemas de água doce. Espera-se que esse número aumente para 50% até 2050. “Os efeitos já podem ser vistos no Centro-Oeste dos Estados Unidos e no projeto do Vale do Indo, entre o Afeganistão e o Paquistão”, explica Graaf. Os resultados de seu estudo foram publicados na edição atual da revista Nature.

O trabalho, em cooperação com a Universidade de Utrecht, o Instituto da Água Deltares, na Holanda, e a Universidade de Victoria, no Canadá, é o primeiro a simular as águas subterrâneas e os rios como sistemas interligados em nível global e, assim, mostrar os efeitos das mudanças globais. extração de águas subterrâneas. Os pesquisadores usaram um modelo hidrológico global para calcular a entrada de água subterrânea na rede mundial de córregos e rios ao redor do mundo.

“Se continuarmos a bombear tanta água subterrânea nas próximas décadas quanto fizemos até agora, um ponto crítico será alcançado também para regiões do sul e centro da Europa – como Portugal, Espanha e Itália – e também para países do norte da África “, diz De Graaf. Também estão em risco áreas onde o abastecimento de água subterrânea permaneceu relativamente constante, mas os rios não são mais capazes de manter ecossistemas saudáveis. Os pesquisadores estimam que, até 2050, entre 42 e 79% das regiões onde as águas subterrâneas são extraídas terão atingido seus limites. “As mudanças climáticas podem até acelerar esse processo, pois esperamos menos precipitações, o que aumentará ainda mais a extração de águas subterrâneas e fará com que as áreas secas sequem completamente”, diz Graaf.

Desde a década de 1960, o aumento da temperatura tem visto a demanda por água para seres humanos, animais e plantas crescer tão rápido que houve um rápido aumento no uso das águas subterrâneas em todo o mundo. De Graaf ressalta que mais água subterrânea é bombeada do que a chuva cai. É impressionante como os ecossistemas de água doce são sensíveis a uma queda relativamente pequena no nível das águas subterrâneas.

As previsões do estudo vão para o ano 2100: “Os resultados mostram que a extensão da extração de águas subterrâneas geralmente só se torna visível décadas depois”.

Referência:

Graaf, I.E.M. et al. (2019): Environmental flow limits to global groundwater pumping. In: Nature. DOI: https://doi.org/10.1038/s41586-019-1594-4

 

* Da Universität Freiburg, com tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 07/10/2019

Aumento da extração coloca níveis de água subterrânea em risco e ameaça a vitalidade dos ecossistemas, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 7/10/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/10/07/aumento-da-extracao-coloca-niveis-de-agua-subterranea-em-risco-e-ameaca-a-vitalidade-dos-ecossistemas/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

2 comentários em “Aumento da extração coloca níveis de água subterrânea em risco e ameaça a vitalidade dos ecossistemas

  1. Os autores ficariam estarrecidos ao conhecer os problemas de rebaixamento do lençol freático nas regiões irrigadas do nordeste brasileiro (exemplo grande região de Irecê, na Bahia) e nas grande cidades brasileiras onde a impermeabilização urbana não permite a devida alimentação do freático e a exploração por poços profundos se dá de maneira generalizada, irregular e sem o mínimo critério técnico de balanço hídrico.

Deixe uma resposta

Top