Os solos podem ser afetados pelas mudanças climáticas, impactando a água e os alimentos

Mudanças Climáticas – Estudo mostra como o aumento da chuva pode reduzir a infiltração de água nos solos

Rutgers University–New Brunswick*

Costas, oceanos, ecossistemas, clima e saúde humana enfrentam impactos das mudanças climáticas, e agora solos valiosos também podem ser afetados.

As mudanças climáticas podem reduzir a capacidade dos solos de absorver água em muitas partes do mundo, de acordo com um estudo conduzido por Rutgers. E isso pode ter sérias implicações no abastecimento de água subterrânea, produção e segurança de alimentos, escoamento de águas pluviais, biodiversidade e ecossistemas.

O estudo foi publicado na revista Science Advances .

“Como os padrões de chuva e outras condições ambientais estão mudando globalmente como resultado das mudanças climáticas, nossos resultados sugerem que a forma como a água interage com o solo pode mudar consideravelmente em muitas partes do mundo e fazê-lo rapidamente”, disse o co-autor Daniel Giménez , um cientista do solo e professor do Departamento de Ciências ambientais na Rutgers University-New Brunswick . “Propomos que a direção, magnitude e taxa das mudanças sejam medidas e incorporadas nas previsões de respostas dos ecossistemas às mudanças climáticas”.

A água no solo é crucial para armazenar carbono, e as mudanças no solo podem influenciar o nível de dióxido de carbono no ar de uma maneira imprevisível, segundo Giménez, da Escola de Ciências Ambientais e Biológicas . O dióxido de carbono é um dos principais gases do efeito estufa relacionados às mudanças climáticas.

Giménez foi co-autor de um estudo publicado na revista Nature no ano passado, mostrando que os aumentos regionais na precipitação devido às mudanças climáticas podem levar a menos infiltração de água, mais escoamento e erosão e maior risco de inundações repentinas.

Se a chuva se infiltrar ou escorrer do solo determina quanta água estará disponível para as plantas ou evaporará no ar. Estudos têm mostrado que a infiltração de água no solo pode mudar de uma a duas décadas com o aumento das chuvas, e as mudanças climáticas devem aumentar as chuvas em muitas áreas do mundo.

Durante um experimento de 25 anos no Kansas, que envolveu a irrigação do solo da pradaria com aspersores, uma equipe de cientistas liderada por Rutgers descobriu que um aumento de 35% na precipitação levou a uma redução de 21% a 33% nas taxas de infiltração de água no solo e apenas uma pequeno aumento na retenção de água.
As maiores mudanças foram ligadas a mudanças nos poros ou espaços relativamente grandes do solo. Os poros grandes capturam a água que as plantas e os micro-organismos podem usar e isso contribui para o aumento da atividade biológica e da ciclagem de nutrientes no solo e diminui as perdas do solo por erosão.

Com o aumento das chuvas, as comunidades vegetais tinham raízes mais espessas que entupiam os poros maiores e havia ciclos menos intensos de expansão do solo quando a água era adicionada ou de contração quando a água era removida.

O próximo passo é investigar os mecanismos que impulsionam as mudanças observadas, a fim de extrapolar as descobertas para outras regiões do mundo e incorporá-las nas previsões de como os ecossistemas responderão às mudanças climáticas. Os cientistas também querem estudar uma ampla variedade de fatores ambientais e tipos de solo, além de identificar outras mudanças no solo que podem resultar de mudanças no clima.

O principal autor é Joshua S. Caplan, ex-associado de pós-doutorado de Rutgers atualmente na Temple University. Cientistas da Universidade da Califórnia, Riverside, Universidade do Kansas, Kansas State University e Colorado State University contribuíram para o estudo.

 

O aumento da irrigação por aspersores na Estação Biológica Konza Prairie, nas colinas de Flint, no nordeste do Kansas, alterou o sistema de poros do solo de um solo da pradaria. Foto: Edouard Sagues
O aumento da irrigação por aspersores na Estação Biológica Konza Prairie, nas colinas de Flint, no nordeste do Kansas, alterou o sistema de poros do solo de um solo da pradaria. Foto: Edouard Sagues

 

Referência:

Decadal-scale shifts in soil hydraulic properties as induced by altered precipitation
Joshua S. Caplan, Daniel Giménez, Daniel R. Hirmas, Nathaniel A. Brunsell, John M. Blair and Alan K. Knapp
Science Advances 11 Sep 2019:
Vol. 5, no. 9, eaau6635
DOI: 10.1126/sciadv.aau6635
https://advances.sciencemag.org/content/5/9/eaau6635

 

* Tradução e edição de Henrique Cortez, EcoDebate.

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 12/09/2019

Os solos podem ser afetados pelas mudanças climáticas, impactando a água e os alimentos, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 12/09/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/09/12/os-solos-podem-ser-afetados-pelas-mudancas-climaticas-impactando-a-agua-e-os-alimentos/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top