NOAA relata que julho de 2019 foi o mês mais quente já registrado

 

Grande parte do planeta sofreu um calor sem precedentes em julho, quando as temperaturas subiram para novas alturas no mês mais quente já registrado. O calor recorde também encolheu o gelo do Ártico e do Oceano Antártico, atingindo mínimos históricos.

Clima pelos números de julho de 2019

A temperatura média global em julho foi 1,71 graus F acima da média do século 20 de 60,4 graus, tornando-se o mês de julho mais quente no recorde de 140 anos, segundo cientistas dos Centros Nacionais de Informações Ambientais da NOAA. O mês mais quente anterior já registrado foi julho de 2016.

Nove dos dez Julys mais quentes ocorreram desde 2005 – com os últimos cinco anos como os cinco mais quentes. No mês passado também foi o 43º mês consecutivo de julho e o 415º mês consecutivo com temperaturas globais acima da média.

No acumulado do ano de janeiro a julho

O período de janeiro a julho produziu uma temperatura global que ficou 1,71 graus F acima da média do século XX de 56,9 graus, ligando-se a 2017 como o segundo ano mais quente até agora.

Foi o ano mais quente até hoje para partes da América do Norte e do Sul, Ásia, Austrália, Nova Zelândia, a metade sul da África, partes do Oceano Pacífico ocidental, Oceano Índico ocidental e Oceano Atlântico.

 

Anomalias do clima em julho de 2019
Mapa anotado mostrando eventos climáticos notáveis que ocorreram em todo o mundo em julho de 2019 [clique na imagem para ampliar]

 

Estatísticas e fatos mais notáveis

Recorde de gelo no mar: O gelo marinho médio no Ártico atingiu uma baixa recorde em julho, ficando 19,8% abaixo da média – superando a baixa histórica anterior de julho de 2012.

A cobertura média do gelo do mar da Antártida ficou 4,3% abaixo da média de 1981-2010, tornando-se a menor para julho no recorde de 41 anos.

Alguns pontos frios: partes da Escandinávia e do oeste e do leste da Rússia tiveram temperaturas de pelo menos 2,7 graus F abaixo da média.

Mais> Acesse o relatório climático completo do NOAA e baixe as imagens .

 

Fonte: NOAA

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 16/08/2019

NOAA relata que julho de 2019 foi o mês mais quente já registrado, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 16/08/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/08/16/noaa-relata-que-julho-de-2019-foi-o-mes-mais-quente-ja-registrado/.

 

PUBLICIDADE / CONTEÚDO RELACIONADO



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top