Redução do déficit ambiental da Ucrânia via decrescimento demoeconômico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

 

[EcoDebate] A Ucrânia tinha um déficit ambiental de 129% em 1995, que foi reduzido para 11% em 2014. A pegada ecológica per capita que era de 3,9 gha em 1995, caiu para 2,96 gha em 2014, enquanto, no mesmo período, a biocapacidade per capita subiu de 1,7 gha para 2,67 gha, conforme os últimos dados da Global Footprint Network.

 

pegada ecológica e biocapacidade - Ucrânia

 

O gráfico abaixo, da Divisão de População da ONU (revisão 2017), mostra que a população da Ucrânia era de 37,3 milhões de habitantes em 1950, subiu até o pico de 51,5 milhões de habitantes em 1990, caiu para 50,9 milhões em 1995 e chegou a 44,9 milhões de habitantes em 2014. Ou seja, a população da Ucrânia atual é menor do que aquela de 1990 e menor do que a de 1995. No cenário de projeção médio, a população ucraniana pode ficar com menos de 30 milhões de habitantes em 2100.

O impacto positivo do decrescimento demográfico sobre o meio ambiente já se faz sentir com muita clareza, pois a redução do número de habitantes possibilitou o aumento da biocapacidade per capita. Como houve também redução do padrão de consumo, a Ucrânia está no caminho para se tornar um país com superávit ambiental.

 

população da Ucrânia

 

O gráfico abaixo, com dados do FMI, mostra que a população ucraniana diminui todos os anos, enquanto o PIB tem momentos de crescimento e queda. Na década de 1990 houve recessão da atividade econômica. Crescimento econômico na primeira década do século XXI e recessão novamente a partir de 2009. O último ano de crescimento econômico foi 2011. A partir de 2014, teve início a Guerra Civil no Leste da Ucrânia (ou Rebelião pró-russa na Ucrânia ou Guerra em Donbass) que tem contribuído para a recessão econômica no país.

 

população e PIB da Ucrânia

 

A renda per capita da Ucrânia (em poder de paridade de compra – ppp) caiu muito na década de 1990, após o fim da URSS, mas subiu nos anos 2000, até 2008, embora sem recuperar totalmente a renda per capita de 1991 que estava em torno de US$ 10 mil. A renda per capita atual da Ucrânia é menor do que aquela do início da década de 1990, uma estagnação de cerca de 25 anos. Ou seja, o decrescimento demoeconômico da Ucrânia ocorreu com piora do padrão de vida da população.

A Ucrânia é um país dividido entre a influência europeia no oeste e a influência russa no leste. Os conflitos militares e políticos tem prejudicado o desempenho econômico, o que provocou uma redução do padrão de consumo da população. Mas do ponto de vista ambiental, houve uma diminuição do déficit ambiental e a Ucrânia caminha para uma situação de superávit ambiental.

O desafio futuro da Ucrânia é resolver seus conflitos internos, retomar o crescimento da qualidade de vida da população e prosseguir no caminho de redução da pegada ecológica com aumento da biocapacidade. A sustentabilidade econômica e ecológica é a perspectiva a ser conquistada em um cenário de paz e prosperidade com decrescimento demoeconômico.

 

José Eustáquio Diniz Alves, Colunista do Portal EcoDebate, é Doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE; Apresenta seus pontos de vista em caráter pessoal. E-mail: jed_alves@yahoo.com.br

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 22/02/2019

"Redução do déficit ambiental da Ucrânia via decrescimento demoeconômico, artigo de José Eustáquio Diniz Alves," in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 22/02/2019, https://www.ecodebate.com.br/2019/02/22/reducao-do-deficit-ambiental-da-ucrania-via-decrescimento-demoeconomico-artigo-de-jose-eustaquio-diniz-alves/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top