Conhecendo os projetos de educação na Rocinha, da alfabetização ao pré-vestibular

 

educação

 

O Enem será realizado no dia 4 de novembro e os moradores da Rocinha têm poucas armas para se prepararem para essa batalha na busca por uma vaga na faculdade. Longe desse cenário, seis alunos, entre eles, um casal, estão travando uma guerra particular desde o dia 15 de outubro, dia dos professores. Gelson dos Santos Miranda, 54, bombeiro hidráulico; e Maria Rosangela da Silva, 50, empregada doméstica, são analfabetos e se conheceram no projeto De Olho no Lixo, e estão morando juntos há seis meses.

Gelson cursou a primeira série do primário e Maria estudou até a segunda série, mas ambos não reconhecem as letras do alfabeto e, juntos com outros quatro cooperativados, também analfabetos, decidiram pedir ajuda ao supervisor operacional Antônio Trajano, que acionou a Lívia Umbelino, assistente social do projeto De Olho no Lixo. Através de uma parceria com o Pré-Vestibular Comunitário da Rocinha – PVCR, sete professores voluntários dão aulas de português e matemática para a turma. Os alunos contam que tiveram uma infância difícil e a prioridade sempre foi o trabalho.

Marcos Barros, coordenador e professor do PVCR, atendeu prontamente o pedido de parceria: – Quando a Lívia mandou a mensagem para a nossa página do Facebook eu achei que se tratavam de analfabetos funcionais, mas depois eu percebi que a realidade era muito mais dura, que em 2018, na zona sul do Rio de Janeiro, há adultos que travam uma guerra diária para cumprirem suas obrigações, sem conseguirem ler nem nada. afirmou, surpreso.

Lívia faz planos para estender a parceria para o próximo ano e atrair mais alunos: – são pessoas humildes que vieram pedindo ajuda, por isso eu faço questão de lutar nessa guerra ao lado deles, disse ela, que participa das aulas e auxilia os professores.

Projeto De Olho no Lixo

A Cooperativa Rocinha Recicla é formada por 57 trabalhadores, entre agentes socioambientais, cooperativados e agregados, do programa De Olho no Lixo, todos moradores da comunidade. A Rocinha Recicla realiza o serviço de coleta e destinação adequada dos resíduos recicláveis gerados pela comunidade.

A cooperativa funciona em um esquema de autogestão. Eles sensibilizam os moradores para que façam a separação dos resíduos em suas casas e passam de porta em porta coletando o que for reciclável. O material é levado para um galpão na sede da cooperativa e passa por uma triagem. Todo o trabalho é acompanhado por assessores técnicos.

Pré-Vestibular

O Pré-Vestibular Comunitário da Rocinha – PVCR é o único projeto social da favela que ajuda os moradores a enfrentarem a prova do Enem e os vestibulares das universidades em busca de uma bolsa de estudos. O PVCR, que funciona desde 1994, é um exemplo de sucesso e vem mudando o perfil dos moradores, é formado por voluntários, na maior parte, moradores da comunidade e ex-alunos.

Diferentemente dos pré-vestibulares particulares, o PVCR tem a missão de formar sujeitos críticos e criar consciência coletiva para que isto se reflita na comunidade como um todo. Apesar de ter coordenadores, o movimento social funciona como um colegiado, em que todos têm autonomia para propor ideias e as decisões são tomadas democraticamente. As redes sociais são usadas para comunicação entre o grupo e para a divulgação de dicas importantes aos alunos.

O PVCR não possui sede fixa, financiamento ou apoio externo e o espaço é cedido pelo Movimento Social de Comunicação Comunitária – TV Tagarela, situado na parte baixa da favela. Os alunos pagam uma mensalidade simbólica de 25 reais, utilizada para arcar com os custos de fotocópias e a manutenção do espaço.

O Pré-Vestibular Comunitário da Rocinha abre inscrições em Dezembro. Mais informações pelo site www.pvcr.org.br, pela página do facebook do projeto ou ainda pelo WhatsApp (21) 995824400.
Ensino superior a distância

O Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro – Cederj tem um Polo próximo à Rocinha que oferece cursos gratuitos de ensino superior a distância. Atualmente são disponibilizados os cursos de administração de empresas, pedagogia, tecnologia e gestão de turismo e tecnologia e gestão de sistemas de informação.

As inscrições estão abertas e o vestibular será no dia primeiro de Dezembro. Segundo a Janete Oliveira, diretora do polo Rocinha, os moradores da comunidade não sabem da existência do polo Cederj da Rocinha e a adesão é insignificante, tendo menos de um aluno por ano.

Os candidatos podem se inscrever pelo site www.cederj.e du.br/vestibular e ao final do preenchimento imprimir o boleto para pagamento da taxa de inscrição, no valor de 88,00.

O estudante recebe gratuitamente todo material didático na forma online e impressa e é avaliado em atividades presenciais (provas) e à distância, em datas e horários predeterminados. O acompanhamento didático é feito por tutores nos polos e nas universidades consorciadas. O estudante conta também com um telefone 0800. Após a conclusão, o diploma é emitido pelas universidades consorciadas sem qualquer distinção do modelo de educação presencial.

Serviço:
Vestibular CEDERJ de graduação a distância
Valor da Inscrição: R$ 88,00
E-mail: asampaio@cecierj.edu.br
Site: http://cederj.edu.br

 

Colaboração de Marcos Barros, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 01/11/2018

[cite]

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top