Desmatamento aumenta na Amazônia. Flona do Jamanxim é afetada

 

Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (abril 2018) SAD

Em abril de 2018 o SAD detectou 217 km² de desmatamento na Amazônia Legal, um aumento de 84% do desmatamento em realção a abril de 2017.

Os Estados do Mato Grosso e Amazonas foram o que mais desmataram no mês. O Pará tem um ponto de atenção com a retomada do desmatamento dentro da Flona do Jamanxim, com 18 km² de desmatamento detectados em abril de 2018

Em abril de 2018, o SAD detectou 217 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal. Neste boletim, a fração de desmatamento entre 1 e 10 hectares foi de 18% do total detectado (39 quilômetros quadrados). Considerando somente os alertas a partir de 10 hectares, houve aumento de 84% em relação a abril de 2017, quando o desmatamento somou 97 quilômetros quadrados. Em abril de 2018, o desmatamento ocorreu no Mato Grosso (50%), Amazonas (23%), Pará (19%), Roraima (5%) e Rondônia (3%).

As florestas degradadas na Amazônia Legal somaram 8 quilômetros quadrados em abril de 2018, o mesmo valor detectado em abril de 2017. Em abril de 2018 a degradação foi detectada somente no Mato Grosso.

 

Saiba mais a seguir:
Boletim do desmatamento da Amazônia Legal (abril 2018) SAD
Clique na imagem para ampliar

 

Baixe aqui o arquivo
http://imazon.org.br/PDFimazon/Portugues/transparencia_florestal/SAD%20abril%202018.pdf

 

Colaboração de Stefânia Costa, Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia – Imazon, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 25/05/2018

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top