TIC’s no processo educativo: investigando as TIC’s na educação, por Ada Maria da Cunha Rodrigues Venturini, et al.

TIC´S NO PROCESSO EDUCATIVO: INVESTIGANDO AS TICS NA EDUCAÇÃO.

¹Ada Maria da Cunha Rodrigues Venturini

²Ana Flávia B. Melo

³Débora Barros Andrade

Giovanna Freire de Oliveira Lima

Jackson Correa da Silva

Manuel Maria Pinto da Rocha Ramos

Rossana I. O Agahnejad

TIC e educação

[EcoDebate] Diante das mudanças e inovações tecnológicas, surge um novo paradigma na escola, o qual forçadamente precisa discutir a utilização da abordagem tecnológica e da era digital. As tecnologias chegam as nossas vidas de maneira tão avassaladora que não há como resistir às mudanças. Todos devem se adaptar ao novo modelo tecnológico, pois quem não estiver dentro dessa nova ordem verá sua própria ruina. (GATES, 1995)

Nessa visão a sociedade não tem outra alternativa senão a de aceitar o impacto das imposições ocorridas pelas mudanças provocadas pelas inovações tecnológicas, que de certa forma tornam-se atrativo para as pessoas porque apresenta as TIC como uma solução rápida e fácil para complexos problemas históricos, com a aquisição de novos equipamentos numa visão consumista.

Para Rosangela Linhares Correa e Jose Gonçalo dos Santos (2013, p.4 e 5) as TIC´s [Tecnologias da Informação e Comunicação] são: os procedimentos, métodos e equipamentos usados para processar a informação e comunicá-la aos interessados. As TIC´s s agilizam o conteúdo da comunicação, através da digitalização e da comunicação em rede (internet) para captação, transmissão e distribuição das informações, que podem assumir a forma de texto, imagem estática, vídeo ou som.

O uso das TIC´s e a maneira como as organizações públicas e privadas, indivíduos e setores diversos da sociedade as utilizaram influenciou profundamente o surgimento da atual “ sociedade da informação” (MAIA, 2013).

A utilização das TIC´s mudaram e aumentaram as exigências de formação profissional, logo exige um novo perfil de educação, que possa oferecer ensino de qualidade que atenda as demandas exigidas pela atual sociedade. Ao contrário dos que pensam que as TIC´s acabariam com a escola, sabe-se que existe lugar para a escola na sociedade tecnológica e da informação, ainda que tenha que ser repensada pois ela não detém sozinha o monopólio do saber. (LIBANEO, 2011).

É importante reconhecer que a tecnologia pode contribuir para a qualidade da educação, por meio da comunicação e interação. E nesse contexto o professor passa a ser o parceiro mediador e orientador do aluno. Neste modelo de ensino e aprendizagem as TIC passam a ter dupla função: uma como objeto de estudo e outra como ferramenta pedagógica a serviço de uma pedagogia renovadora.(Belloni 2002).

Uma formação para a reflexão, criação e expressão em todas as linguagens e usando todos os meios tecnológicos disponíveis deveria ser um objetivo para todos os sistemas de ensino do país. Mas o que vemos, em muitos casos é a entrada das TIC nas escolas, restrita a capacitações em nível técnico e principalmente a aceitação por parte dos profissionais docentes. Acredita-se que a utilização das TIC na educação deve transcender a visão limitada de um objetivo instrumental, passando a ser uma condição de uma educação para a cidadania, visando a democratização de oportunidades educacionais e de acesso ao saber com redução da desigualdade social.

Na educação com uso das TIC, utilizam-se recursos tecnológicos na mediação comunicativa, permite o uso de material impresso, recursos audiovisuais, ambientes virtuais, computador, notebook, celular, entre outros, como alternativa de interação e comunicação entre professor e alunos.

Pode-se destacar nas TIC a autonomia do aluno na organização do seu tempo de estudo, como sujeito da aprendizagem, e suas múltiplas capacidades de representar, de decidir, de processar e selecionar as informações, sua forma de lidar criticamente com elas, com sua criatividade e iniciativas diante dos problemas e contextos educativos.

Os recursos necessários para sua implementação na rede pública de ensino são:

  • Capacitação dos professores durante e após a graduação, garantindo que procedimentos e entendimentos sejam apropriados pelo professor que atuará em sala de aula, deixando claras metodologias e uso de ferramentas nos diferentes contextos e situações.

  • Realizar periodicamente Formação continuada, onde os docentes poderão ter acesso as novidades, tirar dúvidas, compartilhar situações-problema para análise e solução, realizar oficinas diversificadas, entre muitos outros;

  • Infra- estrutura – proporcionar um ambiente de laboratório, onde possam se realizar as diferentes propostas de aprendizagem com uso de computadores, internet, assim como material de apoio como data show, caixa de som, etc ;

  • Recursos financeiros e humanos – garantir que equipamentos, rede, profissionais relacionados e materiais necessários estejam em pleno uso e operacionalização, fazendo com que o processo de aprendizagem possa fluir de forma contínua e efetiva;

  • Execução das politicas públicas voltadas para as TIC´s previstas em lei – muito se tem aprovado com relação a implementação das tecnologias no ambiente escolar, contudo, fatores como verbas de municípios e estado, interesse politico e docente, desejo de mudança, entre muitas outras questões, tem paralisado ou minimizado a implementação desta valiosa ferramenta metodológica;

A introdução das novas tecnologias na educação é um movimento que vem há décadas sendo discutido e colocado como meio eficaz para trazer o avanço da contemporaneidade ao espaço escolar.

O uso de tablets, celulares e o acesso à internet, tem se tornado uma realidade em todas as atividades humanas, fazendo com que todos os segmentos da sociedade tenham que se adequar a era da informática. Desse o mercadinho no bairro ate o banco e o shopping se apropriaram destas tecnologias para trazer qualidade e rapidez as tarefas do dia a dia.

A escola tem ficado um pouco para atrás neste processo, não necessariamente devido a falta de espaço ou condições físicas, mas tem encontrado sua maior barreira nos recursos humanos que não enxergam ainda a importância destas ferramentas no processo educativo.

Trabalhar com tecnologia na sala de aula requer compromisso, pesquisa e planejamento por parte do professor. Estar aberto aos desafios que o próprio educando lhe colocara e principalmente a apreender junto deles novos processos e conhecimentos.

Devemos entender que a introdução das tecnologias (TIC´s ) no âmbito escolar depende de todos os segmentos envolvidos na educação, desde aquele que cria, planeja e implementa as politicas públicas, ate o servidor que dirige, acompanha e realiza as aulas na instituição escolar.

Realmente neste momento a melhor frase que define o papel de cada um neste processo é: “educação compromisso de todos nós”.

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

BELLONI, Maria Luiza (org.). A formação na sociedade do espetáculo. São Paulo: Ed. Loyola, 2002.

CORREIA, R.L; SANTOS, J. G. A importância da tecnologia da informação e comunicação (Tic) na educação a distancia (EAD) do ensino superior (IES). Taguatinga: Revista Aprendizagem em EAD, 2013, V2. 1-16p.

GATES,Bill. A estrada do Futuro. São Paulo: Cia das Letras, 1995.347p.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus Professor, adeus Professora? : novas exigências educacionais e profissão docente. 13 Ed. – São Paulo: Cortez, 2011.

¹ Ada Maria da Cunha Rodrigues Venturini

Mestranda em Ciência da Educação

Especialista em Libras

Especialista em Educação Especial com Ênfase em Inclusão

Graduada em Normal superior pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul.

²Ana Flávia B. Melo

Doutorando em Ciências da Educação

Mestre em Ciências da Educação

Licenciada em Matemática

³Débora Barros Andrade

Mestre  em  Ciências da Educação 

Bióloga com registro na classe CRBio08ª nº 105.263/08-D

Especialista em Educação Ambiental-Uniter/Ibpex.

Especialista em Gestão Ambiental-Faculdade Innovato

Especialista em Docência, Metodologia e Didática do Ensino Superior -Uniaméricas-Ceará.

Especialista em Gestão Escolar – Progestão-Bahia;

Técnica em Secretária Escolar / IFBA-Jacobina.

Licenciada em Biologia 

Licenciada em Química

Licenciando e Pedagogia  -ISEED FAVED.

Professora do Ensino Fundamental II  e Superior da  Rede Pública e Privada.

Orientadora de Trabalho de Conclusão de Curso-TCC

Supervisora de Estágio Supervisionado 

Coordenadora Pedagógica

Palestrante.

Giovanna Freire de Oliveira Lima

Doutoranda em Ciências da Educação

Mestra em Ciências da Educação

Graduada em Pedagogia

Formadora da educação do Campo e Indígena

Coordenadora de Formação Educação do Campo e Indígena

Jackson Correa da Silva

Doutorando em Educação

Mestre em Ciências da Educação

Especialista em Psicopedagogia

Especialista em Formação de Professores

Licenciado em Letras / Francês

Bacharel em Teologia

Técnico em Contabilidade

Magistério

Secretário Escolar

Professor GEA/AP

Manuel Maria Pinto da Rocha Ramos

Mestrando em Ciências da Educação

Especialista em Gestão no Contexto Educacional

Graduado em Pedagogia e Matemática

Rossana I. O Agahnejad

Doutorando em Ciências em Educação

Mestre em Ciências da Educação

Especialista em Gestão escolar

Especialista Em Metodologia do Ensino Superior

Especialista em Prática e Pesquisa Social

Licenciada em Pedagogia

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 29/01/2018

TIC’s no processo educativo: investigando as TIC’s na educação, por Ada Maria da Cunha Rodrigues Venturini, et al., in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 29/01/2018, https://www.ecodebate.com.br/2018/01/29/tics-no-processo-educativo-investigando-as-tics-na-educacao-por-ada-maria-da-cunha-rodrigues-venturini-et-al/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

3 comentários em “TIC’s no processo educativo: investigando as TIC’s na educação, por Ada Maria da Cunha Rodrigues Venturini, et al.

  1. Cheguei até o final do artigo, e não consegui entender o que é TIC, o que está sendo abreviado. Chuto que o T seja de tecnologia, mas o I e o C? Sei lá. Pode ser culpa da minha falta de capacidade de entendimento, mas, hei, o artigo é sobre técnicas de educação (acho). E falha no ponto crucial de educar o leitor sobre qual é o seu assunto. Sério, gente, se eu fosse a professora de vocês a nota era F.

  2. Olá Mariana,

    Sua crítica está absolutamente correta. O termo refere-se a Tecnologias da Informação e Comunicação – TIC, no caso aplicadas à educação.

    Texto foi editado com a informação necessária.

    Agradecemos o alerta e a crítica.

    Atenciosamente,

    Henrique Cortez, editor

  3. Olá mariana,
    Sua critica construtiva é muito valiosa para o aprimoramento e conhecimento do assunto para outros leitores…TIC,s Tecnologias de Informação e Comunicação, utilizado como ferramenta no processo ensino aprendizagem, são temas atuais bastante discutidas nas universidades.

Comentários encerrados.

Top