Índice da edição nº 2.835, 2017 [de 21/09/17]

    Movimento 'Slow Food' e Ecogastronomia, artigo de Roberto Naime Muitos partidos, pouca ideologia, artigo de Gilson Alberto Novaes Estudo da UFMG constata que cadastro ambiental não coíbe desmatamento de áreas rurais na Amazônia Anvisa finaliza reavaliação toxicológica do Paraquate e decide pelo banimento do herbicida Pará: Operação de fiscalização do Ibama suspende atividades de 12 serrarias em Novo Progresso e Altamira O futuro do Brasil está na abundância de fontes

Movimento ‘Slow Food’ e Ecogastronomia, artigo de Roberto Naime

    Manifesto da Aliança de Cozinheiros Slow Food “Todas as cozinhas do mundo devem ter a mesma dignidade. É preciso resgatar e difundir os produtos locais e o conhecimento de como prepará-los: conhecimento que corre o risco de desaparecer junto à biodiversidade que o inspirou; produtos suplantados por alimentos impostos pela indústria alimentar, por uma agricultura intensiva, escrava da química e condicionada pelo mercado global. Esta é gastronomia libertada”. Carlo Petrini   [EcoDebate] O movimento

Muitos partidos, pouca ideologia, artigo de Gilson Alberto Novaes

    [EcoDebate] Digo constantemente aos meus alunos que uma das coisas que dão certo no Brasil é criar um partido político. É verdade. Os partidos políticos até hoje, gozam de algumas regalias que fazem os “espertos” em política ficarem ávidos por eles. Pudera! Recebem, até em anos que não se tem eleição, polpudas verbas do Fundo Partidário, tem acesso à rádio e TV graciosamente e podem negociar com o governo, embora sejam

Estudo da UFMG constata que cadastro ambiental não coíbe desmatamento de áreas rurais na Amazônia

    O Cadastro Ambiental Rural (CAR) foi criado com a justificativa de que impediria o desmatamento de propriedades rurais. Com base no monitoramento das terras via satélite pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o proprietário rural, quando desmatasse, receberia a multa pelo correio, sem necessidade de fiscalização presencial. Para muitos especialistas, essa vigilância a distância forçaria os produtores a reduzir os níveis de desmatamento em suas terras. Estudo desenvolvido por pesquisadores

Anvisa finaliza reavaliação toxicológica do Paraquate e decide pelo banimento do herbicida

    Na Reunião Ordinária Pública da terça-feira (19/09), a Diretoria Colegiada da Anvisa (Dicol) concluiu a reavaliação toxicológica do ingrediente ativo Paraquate, iniciada em 2008 e, desde então, estudada exaustivamente pela Agência e discutida com o setor regulado e a sociedade. A deliberação é pelo banimento do produto após três anos de prazo para transição. O Paraquate é um herbicida com uso agrícola autorizado para aplicação em pós-emergência de plantas infestantes e

Pará: Operação de fiscalização do Ibama suspende atividades de 12 serrarias em Novo Progresso e Altamira

  Agente ambiental fiscaliza resíduos de beneficiamento de madeira em serraria no Pará Foto: Ibama Brasília (19/09/2017) – Operação de fiscalização de resíduos do beneficiamento de madeira realizada pelo Ibama resultou na suspensão das atividades de 12 serrarias nos municípios de Novo Progresso e Altamira, no Pará. Os agentes ambientais aplicaram treze autos de infração, que totalizam R$ 2,6 milhões, pela disposição e queima irregular de rejeitos. As empresas receberam notificações que determinam a

O futuro do Brasil está na abundância de fontes renováveis e não nos combustíveis fósseis

  Com abundância de fontes renováveis no país, governo brasileiro insiste em investir em energias do passado, ofertando blocos para exploração de petróleo e gás, que financiam a crise climática, fomentam a corrupção e enfraquecem as economias mundo afora Por Nathália Clark e Silvia Calciolari Fato já constatado até por especialistas do setor, a era do “ouro negro” está definitivamente ficando no passado. O mundo tem experimentado um processo de renovação energética sem

Vídeos alertam sobre os projetos de construção de estradas em áreas ambientalmente sensíveis

  Caro Henrique, O meu grupo de pesquisa produziu recentemente um quarto vídeo dinâmico e breve em português, que destaca os sérios riscos da rápida expansão das estradas, focalizando amplamente as questões ambientais, econômicas e sociais. Aqui está o link para o novo vídeo:   Porque os grandes projetos podem ser tornar investimentos arriscados   Aqui estão os links para nossos dois vídeos anteriores:   1. Porque razão como estradas são tão perigosas   2. Porque as estradas se parecem como

Top