Osteoporose – a doença silenciosa e sua prevenção

 

saude

Em 1º de outubro é comemorado o Dia do Idoso, os quais esperamos ver ativos e com qualidade de vida garantida

A Osteoporose que geralmente atinge uma boa parcela de idosos, aparece sem avisar, ou seja, não tem sintomas. De acordo com dados de pesquisas da International Osteoporosis Foundation (IOF) e da Federação Nacional e de Associações de Pacientes e de Combate à Osteoporose, 10 milhões de brasileiros sofrem de osteoporose e 75% dos diagnósticos são feitos somente após a primeira fratura provocada pela fraqueza dos ossos gerada pela patologia.

Os ossos mais afetados são o fêmur, coluna vertebral, ombros e punhos e, além de fraturas, doença pode acarretar em achatamento da vértebra, encurvamento da coluna (“corcunda”) e ainda diminuição da altura do paciente, alterando e diminuindo a qualidade de vida.

A Dra. Cibele Fabichak (CRM-SP 59.658) lista algumas dicas para prevenção da osteoporose e para evitar o seu agravamento.

1.      Exercícios suaves: desde caminhadas até a realização de um programa de exercícios estabelecido pelo médico ou pelo fisioterapeuta como alongamento e atividades para melhorar o equilíbrio e para fortalecimento dos músculos.

2.      Nutrição adequada: dieta rica em cálcio para fortalecimento dos ossos como leite e derivados.

3.      Parar de fumar – um fumante chega a perder 1% de massa óssea por ano. As toxinas liberadas pelo cigarro favorecem a diminuição da saúde dos ossos.

4.      Evitar excesso de álcool Pacientes alcoolistas apresentam frequentemente hipocalcemia (é um nível elevado de cálcio no sangue), hipomagnesemia (concentração sérica baixa de magnésio) e hipoparatireodismo (diminuição ou ausência da secreção das glândulas paratireóides), acarretando disfunções que levam à osteoporose.

 

5.      Também não se deve abusar do café – a cafeína, presente no café, é rica em xantina, substância que pode promover a maior excreção de cálcio pelos rins e, ao mesmo tempo, reduzir a absorção do nutriente pelo intestino. Por isso, a bebida, consumida em excesso, está associada ao risco de osteoporose e, consequentemente, fraturas. A cafeína também é encontrada na Coca-Cola e outros refrigerantes, bem como no chocolate, no chá mate e nos chás preto, verde e branco.

6.      Evitar quedas – para isso uma série de cuidados são fundamentais para evitar fraturas:

·        Não deixe fios de telefone e televisão expostos ou soltos no chão.

·        Não deixe objetos espalhados pelo chão.

·        Não deixe tapetes soltos.

·        Evite calçados de saltos e com solado liso; use sapatos confortáveis com solado antiderrapante.

·        Não encere o assoalho, pois isso torna o chão escorregadio.
Não ande em locais pouco iluminados e com chão molhado.

·        Utilize corrimão dos dois lados; não coloque tapetes nas escadas.

·        Não guarde objetos em prateleiras altas.

·        Coloque banco de plástico dentro do boxe para, sentado, lavar os pés e use ducha móvel.

·        Coloque barras de segurança no banheiro. Se possível tenha piso antiderrapante na cozinha e no banheiro.

·        Coloque corrimões e barras de apoio próximo à cama, ao vaso sanitário e dentro do boxe do banheiro.

·         Quando acordar à noite, espere alguns minutos antes de levantar para ir ao banheiro ou tomar água, principalmente se estiver usando remédio que provoque tontura.

·         À noite, tenha sempre uma lanterna no criado mudo.

·         Uma boa visão é fundamental para o bom equilíbrio, portanto, visite com frequência seu oftalmologista.

 

in EcoDebate, 30/09/2016

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top