A última supercentenária viva nascida em 1899, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

 

160715a

 

[EcoDebate] No início de 2016 havia duas supercentenárias vivas nascidas no século XIX. Mas Susannah Mushatt Jones (06/07/1899), a mulher mais velha do mundo, morreu aos 116 anos no dia 12 de maio de 2016, no Brooklyn, em Nova Iorque. Ela era uma das duas supercentenárias nascidas nos anos de 1800.

À semelhança de outras supercentenários (pessoas com idade de 110 anos ou mais), Susannah, que era filha de meeiros e neta de escravos, tinha sua própria explicação para sua longevidade: “mais de 10 horas de sono por noite e abstinência ao longo da vida de álcool e cigarros”. Sua sobrinha, Lois Judge, disse no ano passado que a tia se beneficiou de uma alimentação à base frutas e legumes que ela selecionava na fazenda onde cresceu perto de Montgomery, Alabama.

 

160715b

 

Atualmente, a pessoa mais velha do globo é Emma Morano, também de 116 anos. Morano, que nasceu quatro meses e meio depois de Jones em 28 de novembro de 1899, vive em Verbania, noroeste da Itália, e já viu 11 papas passarem pelo Vaticano.

Morano atribui sua longevidade a comer três ovos crus por dia, desde que era adolescente, para afastar a anemia. Morano se separou de seu marido em 1938, e nunca mais se casou. “Eu não queria ser dominada por qualquer pessoa”, ela disse ao New York Times. Ela compartilha algumas semelhanças com Susannah, que só foi casada por alguns anos

No entanto, o prof. Karen Glaser, do instituto da gerontologia e diretor do centro de envelhecimento global da Kings College de Londres, disse: “100 anos de pesquisa mostram que as pessoas casadas são mais propensas a viver mais tempo do que as solteiras”.

 

160715c

 

Passar dos 110 anos é uma probabilidade rara. Passar dos 115 anos é um privilégio raríssimo. A pessoa mais longeva de todos os tempos foi a francesa Jeanne Calment que viveu 122 anos e meio (44.724 dias). Este é o recorde absoluto e a única pessoa do mundo, comprovadamente, a ultrapassar os 120 anos. O Brasil nunca teve uma pessoa que, comprovadamente, tenha vivido mais de 115 anos.

A tabela acima mostra a lista das 10 pessoas mais longevas de todos os tempos. Todas são mulheres, o que comprova que o sexo feminino tem menor probabilidade de morte do que o sexo masculino.
A italiana Emma Morano é a única pessoa viva, comprovadamente, nascida no século XIX (anos 1800). Que ela continue “morano” neste mundo por longo tempo!

Veja os vídeos de Emma Morano:

Italia: Emma Morano, la última persona en el mundo nacida en el siglo XIX
https://www.youtube.com/watch?v=NCOT7a2REU8
https://www.youtube.com/watch?v=CBLKLDMsJiw
https://www.youtube.com/watch?v=2CBxCiMLhg8

 

José Eustáquio Diniz Alves, Colunista do Portal EcoDebate, é Doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE; Apresenta seus pontos de vista em caráter pessoal. E-mail: jed_alves@yahoo.com.br

 

in EcoDebate, 15/07/2016

A última supercentenária viva nascida em 1899, artigo de José Eustáquio Diniz Alves, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 15/07/2016, https://www.ecodebate.com.br/2016/07/15/a-ultima-supercentenaria-viva-nascida-em-1899-artigo-de-jose-eustaquio-diniz-alves/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top