nº 2.543, 2016 [08/06/2016]

    O pico do petróleo, IDH e o fundo soberano na Noruega, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Enlace de sustentabilidade, Parte II, Final, artigo de Roberto Naime A maior das crises da indústria petrolífera, artigo de Heitor Scalambrini Costa Entenda a PEC 65: proposta altera artigo da Constituição sobre meio ambiente Brasil não tem visão de pertencimento a um planeta em mudança, diz Paulo Artaxo Brasil registra 41% de energias

O pico do petróleo, IDH e o fundo soberano na Noruega, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"We should leave oil before it leaves us" (Devemos deixar o petróleo antes que ele nos deixe) Faith Birol (Chief economist of the IEA)     [EcoDebate] A Noruega apresenta o maior índice de desenvolvimento humano (IDH) do mundo, estando em 0,955 em 2014 (o máximo é 1). O país lidera o ranking do IDH desde 2001 (O Brasil estava em 75º lugar, com IDH de 0,755 em 2014). Em 2009, a Noruega

Enlace de sustentabilidade, Parte II, Final, artigo de Roberto Naime

artigo

    [EcoDebate] SILVA et. al. (2014) explicitam que a transição agroecológica deste assentamento passa por um processo importante através das atividades agrícolas desenvolvidas no assentamento, em que a maioria dos assentados se mostra conscientes em quanto ao enlace da sustentabilidade de uma maneira empírica. Se percebe que por se tratar de um assentamento com mais de 20 anos existem poucos jovens envolvidos na continuação da agricultura, isso pode ser atribuído ao fato

A maior das crises da indústria petrolífera, artigo de Heitor Scalambrini Costa

[EcoDebate] Grandes companhias petrolíferas tem diante de si uma enorme crise em razão de uma conjuntura que combina a queda do preço do petróleo com excesso de oferta, o arrefecimento da economia chinesa – sendo a China o maior consumidor de petróleo – e o retorno do petróleo iraniano ao mercado. Além da pressão dos acionistas para que o setor se adapte a realidade da vulnerabilidade dos negócios em face das mudança

Entenda a PEC 65: proposta altera artigo da Constituição sobre meio ambiente

  Em tramitação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal, a PEC 65/2012, proposta pelo senador Acir Gurgacz (PDT-RO), foi alvo de mobilização durante a Semana do Meio Ambiente. O texto original da proposta prevê que a apresentação de um Estudo de Impacto Ambiental (EIA) bastaria para que obras de infraestrutura não pudessem ser canceladas, o que descarta a exigência do licenciamento ambiental para sua realização ao apontar

Brasil não tem visão de pertencimento a um planeta em mudança, diz Paulo Artaxo

    Para Artaxo, as novas gerações possuem uma visão mais inteligente e muito menos predatória em relação ao meio ambiente. Da Radioagência USP No dia 5 de junho de 1972, ocorria em Estocolmo a primeira conferência da ONU sobre meio ambiente. Desde então, a data passou a ser celebrada como o Dia Mundial do Meio Ambiente. Quarenta e quatro anos depois desse primeiro evento, há o que comemorar quando o assunto é preservação

Brasil registra 41% de energias renováveis em 2015

    Relatório mostra aumento de 4,6% na base energética renovável; uso coloca País entre os cem menores indicadores de emissão de CO2 A oferta interna de energia no Brasil registrou, em 2015, o equivalente a 299,2 milhões de toneladas de petróleo. Desse total, 41,2% correspondem à energia renovável – como energia eólica, biocombustíveis (etanol e biodiesel), biomassa, hidroelétricas, entre outros. Em relação a 2014, essa base energética era de 39,4% da capacidade

Observatórios permitem estudo dos oceanos em tempo real a partir de um clique

   Desde segunda-feira (6), muitos dos segredos dos oceanos vão passar a ficar acessíveis 24 horas por dia, sete dias por semana, para cientistas, educadores e qualquer pessoa que tenha acesso à internet. Após dez anos do projeto que demandou investimentos de quase US$ 400 milhões, a Iniciativa de Observatórios Oceânicos (OOI, na sigla em inglês), criada pela Fundação Nacional de Ciência dos Estados Unidos, vai garantir presença científica permanente nos oceanos. A

Nota Pública da FEBRAGEO em defesa da democracia e dos patrimônios estratégicos nacionais

nota pública

    Historicamente os geólogos brasileiros sempre se posicionaram contra ditaduras, golpes e ataques ao estado democrático de direito, assim como na defesa patriótica dos patrimônios minerais nacionais. Sua organização, em determinados momentos, teve que se realizar clandestinamente, livrando-se da repressão da ditadura civil-militar implantada em 1964, nos tempos da CONAGE - Coordenação Nacional dos Geólogos, que deu origem à FEBRAGEO. Para suas entidades regionais não serem invadidas e desmanteladas foram fundadas as APGs,

Top