nº 2.532, 2016 [23/05/2016]

    Brasil fica para trás na América Latina, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Ações insustentáveis no Turismo de Porto Seguro Bahia, artigo de Elissandro dos Santos Santana Poluição atmosférica de Manaus interfere no equilíbrio do clima e ecossistemas amazônicos Imagens de satélite indicam retomada do desmate ilegal da Amazônia em Mato Grosso desde 2013 Desafio do Brasil é pôr em prática plano de adaptação às mudanças climáticas #PEC65Não: MPF/RJ promove

Brasil fica para trás na América Latina, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Somos o que fazemos, mas somos, principalmente, o que fazemos para mudar o que somos” Eduardo Galeano     [EcoDebate] O Brasil é o maior país da América Latina e Caribe (ALC), em termos de território e de população. Mas em termos de renda per capita (em poder de paridade de compra – ppp), o Brasil, em 2016, encontra-se no 14º lugar entre os 32 países da região. O gráfico acima mostra que o

Ações insustentáveis no Turismo de Porto Seguro Bahia, artigo de Elissandro dos Santos Santana

artigo

    [EcoDebate] Em meu último artigo científico publicado na Revista Letrando “Sugestão de pesquisa em torno das ações insustentáveis e déficits socioambientais no turismo de Porto Seguro–Bahia”, para além de contribuir para a formação de futuros pesquisadores na área ambiental, apresento as principais ações insustentáveis e déficits socioambientais originados a partir do Turismo predatório na cidade. Começo a discussão, mencionando que a tríade turismo, sustentabilidade e meio ambiente ocorre a partir de

Poluição atmosférica de Manaus interfere no equilíbrio do clima e ecossistemas amazônicos

  Poluição influencia a química de isopreno lançado pela vegetação da Amazônia na atmosfera, alterando a formação de nuvens e a ocorrência de chuvas Por Valéria Dias, do Jornal da USP O impacto da urbanização de Manaus na floresta amazônica é muito significativo pois altera os mecanismos de formação e desenvolvimento de nuvens. E as chuvas constituem um dos ingredientes mais importante para o funcionamento do ecossistema amazônico. O alerta é do professor

Imagens de satélite indicam retomada do desmate ilegal da Amazônia em Mato Grosso desde 2013

  O desmatamento ilegal da Floresta Amazônica avança a despeito da importância que a comunidade científica mundial e a sociedade atribuem ao bioma e ao impacto de sua destruição no clima do planeta. Em Mato Grosso, a região noroeste abriga o último maciço da floresta no estado e sofre forte pressão para exploração madeireira e ocupação de novas áreas para a produção agropecuária. Entre os meses de agosto e dezembro de 2015,

Desafio do Brasil é pôr em prática plano de adaptação às mudanças climáticas

    Por Bruna Mello de Cenço, WWF Brasil O Brasil já tem um plano para se adaptar aos efeitos das mudanças climáticas. O documento, lançado na semana passada como um dos últimos atos da presidente afastada Dilma Roussef, contribuirá para que o Brasil reforce sua capacidade de adaptação e avaliação de riscos climáticos, integrando a gestão de vulnerabilidades e riscos climáticos às políticas e estratégias públicas. Deverá também conjugar ações de desenvolvimento

#PEC65Não: MPF/RJ promove debate sobre riscos ao meio ambiente caso emenda seja aprovada

  Evento faz parte de ação nacional coordenada a favor da obrigatoriedade do licenciamento ambiental O Ministério Público Federal (MPF), por meio da 4° Câmara de Coordenação e Revisão, realizará no dia 2 de junho, às 13h, a audiência pública “Licenciamento Ambiental Ameaçado”, no auditório da Procuradoria da República no Rio de Janeiro (PR/RJ). A audiência, que faz parte de uma ação coordenada em diversos estados da federação, em parceria com os

Das políticas públicas quantitativas às qualitativas. Os desafios da próxima década

  Das políticas públicas quantitativas às qualitativas. Os desafios da próxima década. Entrevista especial com Claudio Dedecca “As transformações, no que diz respeito à desigualdade social, ainda serão lentas; até 2025, 2030”, afirma o economista. Foto: http://4.bp.blogspot.com/   A redução das desigualdades no Brasil na última década centrou-se especialmente em dois aspectos: reduziu-se a desigualdade econômica e a educacional, “apesar de estarmos falando de uma redução da desigualdade em termos de acesso quantitativo”, avalia Claudio Dedecca em

Agências da ONU apresentam plano para reduzir danos causados por agrotóxicos perigosos

  A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicaram novas diretrizes com o objetivo de reduzir os danos causados pelos agrotóxicos, que representam um risco elevado para a saúde humana e o meio ambiente.   A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicaram novas diretrizes com o objetivo de reduzir os danos causados

Top