2015: O ano do carneiro desembestado! artigo de Eloy F. Casagrande Jr

 

opiniao

 

[EcoDebate] Segundo o horóscopo chinês, o ano 2015 foi o do carneiro, que apresenta uma energia Yin, associada a paz, coexistência harmoniosa, equilíbrio e serenidade, portanto seria um ano ”zen”! Mas também são associadas a criaturas submissas, criados para o abate, fazendo com que muitos chineses evitem ter filhos neste ano – superstição de quem quer ter filho liderando! Carneiros também usam coleiras de identificação!

Se vermos o que representou o Brasil em 2015, poderíamos eleger a tornozeleira eletrônica. Apesar de ser um dispositivo eletrônico dos anos 60, usado pela primeira vez nos Estados Unidos, em 1964, no Brasil veio a ficar famoso na operação Lava–Jato, tanto quanto um smartphone! A empresa que mantém o contrato com secretaria de justiça no Paraná, conta com quase 38 mil presos monitorados pelo Sistema de Acompanhamento de Custódia 24 Horas (SAC24), uma boa parte deste rebanho saiu direto das condenações do juiz Sergio Moro. Se por um lado tivemos a tecnologia representada pelo SAC24, também podemos eleger a lama como elemento natural que predominou neste ano. Um governo e um congresso coberto por esta mistura pegajosa de água e terra, que também pode ser classificada como lodo! Onde se afundou toda moral e ética que se esperava de representantes do povo. O partidarismo se impondo ao que devia ser bom para o país e as propinas milionárias dominaram a cena em 2015. Certamente, a ruptura da barragem de lama de detritos de mineração de Mariana, causando tragédia ambiental e humana, foi a representação física fiel do que acontecendo no Brasil. Políticos corruptos somado a ganância de empresários, seja de mineradoras, bancos ou empreiteiras, e a falta de cumprimento de leis e fiscalização por parte de órgãos governamentais, tem como consequência a desgraça do povo, o carneiro indo para o matadouro!

Já a nossa famosa Curitiba não somente esteve em evidência nacional pelas fotos do “japonês bonzinho” da PF, acompanhando aqueles que passaram pelo lava-jato, mas também tivemos o nosso governador Carlos Alberto Richa e seu secretário de segurança, Fernando Franceschini, mostrando como a educação é tratada no Paraná! O massacre dos professores no dia 29 de abril, sem a benção da Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico, levou o ocupante do Palácio Iguaçu a ter o pior índice de rejeição dos paranaenses! Enquanto, Francischini, ganhou uma passagem de volta para Brasília! Um grave erro de cálculo do nosso governante que ao tomar o dinheiro da previdência dos professores, pensou que estes seriam submissos como os carneiros!

Este ano também foi dominado pelos “digladiadores virtuais” das redes sociais! O MMA perdeu de longe dos combates onde a arena é um teclado e uma telinha. O ódio veio à tona de todas as formas, onde o respeito a opiniões diferentes passou longe da energia Yin! Uma nova anomalia para a medicina estudar: FOC (Fobia a Opinião Contrária)! Pô Chico, como você se atreve a ter um apartamento em Paris e ficar defendendo política para os pobres? Na intolerância de “coxinhas” e “comunistas”, os adjetivos sobraram, enquanto que “dormia nossa pátria mãe tão distraída, sem perceber que era subtraída, em tenebrosas transações”! Impeachment, Cunha, Temer! E o país esperando algo acontecer! Youssef, Delcídio, Cerveró! Um Brasil de dar dó! “O estandarte do sanatório geral vai passar”!

Enquanto numa Europa em convalescência econômica, vimos jornalistas dando rasteiras em refugiados de países devastados pela guerra, corpos de crianças imigrantes sendo resgatados nas praias e radicais muçulmanos massacrando jovens que apenas se divertiam nas noites parisienses! Sem falar na política expansionista de Israel, largando bombas a ermo em cima de civis e crianças palestinas, que em troca esfaqueiam israelitas ao acaso!

Para não dizer que não falei de flores, tivemos um avanço nas negociações sobre a redução das emissões e as mudanças climáticas, da COP21, em Paris, esperando que se produza algo além de mais fumaça nos próximos anos. Para que o Planeta não atinja a temperatura de 2 graus Celsius, 195 países assinaram um acordo para queimar menos combustíveis fósseis como petróleo e carvão, e adotar fontes de energia renováveis, como solar, eólica, hidráulica e biocombustíveis, mudar processos industriais e agrícolas e reduzir o desmatamento. É claro que muita coisa vai passar pelas chaminés até isto acontecer, mas se quisermos esperança é melhor esquecer o carneiro e aguardar o macaco, o animal que representa 2016. Segundo os chineses, está caracterizado pelo otimismo, disposto a superar desafios e sendo capaz solucionar problemas complicados com facilidade. Mas também é agitado e insolente. O ano 1992 também foi dele, onde a esperança ambiental renasceu com a ECO-92, no Rio de Janeiro, no futebol nascia o craque Neymar Junior e a seleção brasileira de voleibol masculino conquistava sua primeira medalha de ouro olímpica de esporte coletivo. Mas também vimos 111 presos serem mortos pela PM no que foi conhecido como o “Massacre de Carandiru”, a morte de Dr. Ulisses Guimarães (Pai das Diretas Já, de 84), e o impeachment de Fernando Collor! Então, deu para perceber que este macaco também não vai ser fácil!

Dr. Eloy F. Casagrande Jr., Professor da Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR) e coordenador do Escritório Verde

 

in EcoDebate, 31/12/2015

[cite]

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Um comentário em “2015: O ano do carneiro desembestado! artigo de Eloy F. Casagrande Jr

  1. Depois de tantas asneiras, vem “Para não dizer que não falei de flores” e cita a COP21, que não passou de uma encenação muito mal encenada.
    Parece que é mais fácil enganar a maioria dos seres humanos do que tomar um pirulito de uma criança de 1 ano de idade.

Comentários encerrados.

Top