Trilema energético, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

 

Trilema energético

 

[EcoDebate] O relatório “Trilema da Energia Mundial 2015” tem o objetivo de discutir as dificuldades do setor energético e contribuir para o debate dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – aprovados na Assembléia da ONU de setembro de 2015 – e com as discussões da 21ª Conferência das Partes (COP21) de dezembro de 2015.

Tendo em vista a necessidade de acelerar o processo de transição para uma economia global de energia limpa e de baixo carbono, o Conselho Mundial de Energia propõe medidas e estudos para garantir os os três pilares do trilema da energia: segurança energética, equidade energética e sustentabilidade ambiental. Equilibar estes três pilares é uma tarefa de alta complexidade.

Trilema é um termo utilizado quando se tem uma proposição formada de três lemas contraditórios ou que reunem uma escolha difícil entre três opções conflitantes. O relatório identifica cinco pontos chave para lidar com o trilema energético:

1. Enfrentar as barreiras à transferência de tecnologia, tais como as tarifas sobre bens e serviços ambientais, ou a falta de proteção dos direitos de propriedade intelectual.

2. A definição de um preço global sobre o carbono, estabelecendo um sinal claro para o mercado e para os investidores no sentido de reorientar os investimentos para projetos de baixo carbono.

3. Enviar sinais corretas para incentivar políticas de financiamento para o setor, apoiando um acordo de transição para energia limpa, atraindo mais capital privado e demais projetos.

4. Melhorar a gestão da demanda de energia, bem como o fornecimento e a eficiência energética.

5. Priorizar investimentos em inovação de energia, especialmente em relação às energias renováveis e tecnologias de eficiência.

O relatório reconhece que conciliar segurança energética, equidade e sustentabilidade ambiental não é uma tarefa simples, especialmente se for para conseguir fazer igual progresso em todas as três áreas ao mesmo tempo.

O interessante é que a indústria energética está buscando formas de enfrentar os três desafios e garantir um diálogo global com os atores que participam dos acordos internacionais sobre o desenvolvimento sustentável (ODS) e as conferências do clima. Porém, é preciso incluir a sociedade civil neste diálogo, pois a democratização e a descentralização da produção de energia é uma tarefa essencial para o processo de transição para uma economia de baixo carbono.

Oliver Wyman. World Energy Trilemma report: Priority actions on climate change and how to balance the trilemma, 2015 https://www.worldenergy.org/publications/2015/world-energy-trilemma-2015-priority-actions-on-climate-change-and-how-to-balance-the-trilemma/

 

José Eustáquio Diniz Alves, Colunista do Portal EcoDebate, é Doutor em demografia e professor titular do mestrado e doutorado em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas – ENCE/IBGE; Apresenta seus pontos de vista em caráter pessoal. E-mail: jed_alves@yahoo.com.br

 

in EcoDebate, 11/12/2015

Trilema energético, artigo de José Eustáquio Diniz Alves, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 11/12/2015, https://www.ecodebate.com.br/2015/12/11/trilema-energetico-artigo-de-jose-eustaquio-diniz-alves/.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Um comentário em “Trilema energético, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  1. Falar de desenvolvimento sustentável da economia capitalista é uma piada de muito mau gosto.

Comentários encerrados.

Top