COP21: Indígenas querem acordo com artigo específico sobre seus direitos

 

Líderes dos povos nativos fazem carta aberta expressando visões sobre documento final que deve ser adotado esta semana; representante de ONG afirma que terras indígenas guardam 20% do carbono das florestas tropicais.

Félix Santi líder do povo Sarayaku. Foto: COP21/Flickr

 

Por Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

O respeito aos direitos dos povos indígenas foi um dos destaques desta terça-feira na Conferência da ONU sobre Mudança Climática, COP21. Em Paris, o Fórum Internacional dos Povos Indígenas divulgou uma carta aberta aos ministros do mundo todo.

Os líderes indígenas declaram “forte apoio” a metas de redução de carbono que limitem o aumento da temperatura global a menos de 1.5° Celsius. Segundo eles, este nível é essencial para reduzir impactos da mudança climática e para a proteção do planeta.

Artigo

Os povos nativos do mundo todo também pedem que o acordo final da COP21 especifique, no artigo 2, a importância do respeito aos direitos dos povos indígenas.

O coordenador de estratégia de Conservação de Terras Indígenas da ONG The Nature Conservancy acaba de retornar de Paris. Já em Brasília, Helcio Souza explicou à Rádio ONU detalhes da participação dos indígenas na COP21.

Divisões

“Já houve um acordo entre os países, e o Brasil inclusive apoiou, de inserir na introdução do documento a menção ao respeito aos direitos dos indígenas na implementação do acordo. Mas o que os indígenas estão querendo é que isso não fique inserido só na introdução, mas que fique inserido dentro do artigo 2 do acordo. Há uma divisão entre os países com relação a este ponto, se mantém ou não este item dentro do artigo 2. A posição do governo brasileiro é aparentemente de não estar se opondo a manter no artigo 2, mas também não tem defendido isso, como outros países, como o Canadá.”

Segundo o especialista, as terras indígenas guardam 20% do carbono das florestas tropicais do mundo, sendo o “estoque de carbono mais confiável” que existe.

Helcio Souza avalia que a última semana da COP21 começou com um clima de otimismo para a adoção de um acordo de combate à mudança climática. A conferência em Paris segue até sexta-feira.

Ouça a íntegra da entrevista com Helcio Souza

 

in EcoDebate, 09/12/2015

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “COP21: Indígenas querem acordo com artigo específico sobre seus direitos

  1. O “Brasil”, leia-se governo Dilma, tem uma posição hipócrita sobre os direitos indígenas. A situação dos índios em Mato Grosso do Sul é de genocídio, lento e persistente, e com Dilma abandonou-se de vez o avanço para uma solução definitiva. Quem conhece a situação em MS sabe que no agonizante governo petista se pratica um etnocídio.

Comentários encerrados.

Top