Mundo poderia ficar 4 graus mais quente até o final deste século

 

videocast

 

O Banco Mundial alerta que o aumento das temperaturas poderia ser desastroso, mas avisa que nós podemos mudar essa realidade. Saiba como neste vídeo.

Mais em www.worldbank.org/climatechange e www.worldbank.org/pt/country/brazil

 

in EcoDebate, 20/07/2015


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Mundo poderia ficar 4 graus mais quente até o final deste século

  1. Puxa que vídeo otimista. No estilo Hopium de otimista, por sinal.

    Os primeiros efeitos citados: aumento das tempestades violentas E aumento de secas e estiagens (porque o mundo é grande, e áreas diferentes são afetadas de formas diferentes) já chegaram. O mundo já está, oficialmente, 1oC mais quente que a baseline (últimos seis meses de 2015, segundo dados da NASA), e esses efeitos não são futuro, são PRESENTE. O problema deve piorar, mas ele não está no futuro, está aqui.

    O aumento de 1m no nível do mar (que é otimista segundo os dados mais recentes, mas era o previsto pelo IPCC no último relatório, então vá lá) é um efeito novo. MAS o que isso quer dizer? A maioria das pessoas têm essa noção? Sabem que com um metro a mais no nível do mar perderemos Bangladesh (e muita gente nem vai saber onde isso fica, quanto mais que lá tem quase um bilhão de pessoas), Miami (vai ter gente falando que tudo bem, a Disney fica mesmo em Orlando) e mais da metade do Rio de Janeiro?

    O efeito de branqueamento de corais é outro que já está em pleno curso, PRESENTE e não futuro. Ainda temos corais vivos, beleza. Mas os corais estão mal das pernas, com 60% dos recifes já mortos… em um aquecimento de 1oC (e com os outros problemas, não citados, de superexploração e poluição). E quantas pessoas vão olhar para isso e pensar “e que importa um bando de peixes”? É só o fato de os recifes de corais são os centros da biodiversidade marinha, e mesmo as espécies marinhas que não habitam os corais na vida adulta os usam como berçários (é ou recife de coral, ou mangues, que estão ainda pior das pernas). Esses centros de estabilidade no bioma marinho caírem não é brincadeira. Uma pessoa pode não se alimentar de peixe (eu mesma sou alérgica, não como NADA de peixe), MAS eu ainda não conheci ninguém que não respire (e nosso oxigênio vem do mar. O produzido pelas plantas terrestres é minímo, mal sustenta as próprias plantas).

    Com o nível de desastres que é previsto acontecer com 4oC, dizer que a economia vai sofrer é eufemismo. Observem a economia da Síria (e sua guerra civil, provocada pela estiagem mais que qualquer outro fator… todo o resto havia já anos que acontecia, e o Bashar não teve uma ditadura longa à toa) com uma diminuição de 60% de sua produção agrícola. Passem isso para o mundo. Ahnrãm?

    E a velha trope dos “pobres”. Pobres vão sofrer mais? Pobres sempre sofrem. Como eles estão começando de um degrau mais baixo de conforto e têm uma noção maior de como se virar, talvez eles sofram MENOS. Porque 4oC a mais não é um mundo onde os ricos vão ficar ali contentes e intactos em suas mansões, onde a classe média vai brincar de Zap-Zap e conferir o Facebook para ficar indignado com o problema alheio. 4oC vai afetar o mundo de TODO MUNDO. Se a sua água está faltando na torneira de vez em quando, nesse nosso mundo de 1oC a mais, não espere que você vai ficar feliz e lampeiro a 4oC. Não espere que pessoas passando fome e sem mais nada a perder vão ficar obedientemente do lado de fora da cerca da sua propriedade. Não espere que os ricos não sejam atingidos. Não ache que sua conta bancária vá ser um escudo.

    E, finalmente, se o mundo continuar como vai, 4oC é a estimativa otimista de temperatura para o ano 2100.

    Ainda há o que fazer? HÁ. Mas não vai ser simples mais, pois demoramos demais. As medidas propostas, essas sim, são muito boas. Já que é o banco Mundial propondo, espero que eles façam a parte deles, pois são um jogador muito maior nesse jogo que a maioria dos outros.

Comentários encerrados.

Top