Instituto de Florestas do Amapá denuncia invasão de parque por médios e grandes plantadores de soja

 

denúncia

 

Para Ana Euler, o agronegócio e a monocultura ameaçam o cerrado, bioma importante para o Amapá e para o Brasil

O programa Amazônia Brasileira recebe nesta terça-feira (25) a engenheira florestal e diretora-presidente do Instituto Estadual de Florestas do Amapá (IEF), Ana Euler. Ela esteve em Brasília pedindo às autoridades federais que ajudem a combater a invasão da área do parque por médios e grandes plantadores de soja que, valendo-se da presença de pequenos produtores e extrativistas na área do entorno da reserva, vem avançando para a área de floresta, desmatando, para plantar grandes áreas de soja.

Segundo Ana Euler há um impasse, já que vários agricultores conseguiram titulação de parte da terra por meio do programa Terra Legal, embora a área já estivesse reconhecida como Floresta Estadual desde 2006. Agora, deputados pedem o fim da área de preservação alegando que alguns trâmites de regulamentação não teriam sido cumpridos.

A área é de cerrado, bioma em extinção, e de fundamental importância para a saúde do ecossistema amapaense. Por isso, Ana Euler convoca os cidadãos defensores da floresta e das áreas públicas para que não permitam que a Floresta venha a ser destruída e ocupada por latifundiários.

Para a diretora do IEF é possível manter o extrativismo e a agricultura familiar em partes da floresta, porém o agronegócio e a monocultura acabariam com a saúde do bioma, e destruiriam uma área importante para o Amapá e para o Brasil.

Para Ana Euler é imprescindível que o Governo Federal encampe a luta pela manutenção desta área como área de proteção permanente, pertencente ao estado do Amapá. A diretora levou ao Ministério Público a queixa do Instituto que representa contra o programa Terra Legal que, segundo ela, ajudou na preservação de diversas áreas em outros estados, mas que por razões político-partidárias tem tido postura distinta no Amapá onde concedeu títulos de terras que jamais foram ocupadas e que se encontram ainda em estado de floresta virgem, o que demonstra, no mínimo, desconhecimento da área concedida.

 

O programa Amazônia Brasileira vai ao ar de segunda a sexta-feira a partir das 08h na Rádio Nacional da Amazônia, em rede com a Rádio Nacional do Alto Solimões, onde é transmitido ao vivo às 05h. A produção e a apresentação são de Beth Begonha.

Produtor: Beth Begonha e Roberta Timponi

Publicado no Portal EcoDebate, 26/11/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top