Amazônia Legal: Imazon detecta 843 quilômetros quadrados de desmatamento em junho de 2014

 

desmatamento ilegal

 

Em junho de 2014, o SAD detectou 843 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal com uma cobertura de nuvens de 30% do território. Isso representou um aumento de 358% em relação a junho de 2013 quando o desmatamento somou 184 quilômetros quadrados e a cobertura de nuvens foi de 12%.

O desmatamento acumulado no período de agosto de 2013 a junho de 2014, correspondendo aos onze primeiros meses do calendário atual de desmatamento, totalizou 1.690 quilômetros quadrados. Houve redução do desmatamento acumulado de 9% em relação ao período anterior (agosto de 2012 a junho de 2013) quando o desmatamento somou 1.855 quilômetros quadrados.

Em junho de 2014, a maioria (54%) do desmatamento ocorreu no Pará, seguido pelo Amazonas (16%), Rondônia (15%), Mato Grosso (14%) e Acre (1%).

As florestas degradadas somaram 48 quilômetros quadrados em junho de 2014. Em relação a junho de 2013 houve redução de 71% quando a degradação florestal somou 169 quilômetros quadrados. A maioria (44%) ocorreu no Pará, seguido por Rondônia (40%), Mato Grosso (13%) e Amazonas (2%).

A degradação florestal acumulada no período de agosto de 2013 a junho de 2014 totalizou 614 quilômetros quadrados. Em relação ao período anterior (agosto de 2012 a junho de 2013) houve redução de 58% quando a degradação florestal somou 1.462 quilômetros quadrados.

Fonseca, A., Martins, H., Soua Jr., C., & Veríssimo, A. 2014. Boletim Transparência Florestal da Amazônia Legal (junho de 2014) (p. 9). Belém: Imazon.
Boletim do Desmatamento (SAD) junho 2014
Baixe aqui o arquivo

Fonte: Imazon – Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia

EcoDebate, 22/07/2014


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Um comentário em “Amazônia Legal: Imazon detecta 843 quilômetros quadrados de desmatamento em junho de 2014

  1. Caros amigos houvesse interesse do MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE em proteger as florestas da Amazônia Legal, certamente, teria impedido que 843 quilômetros fossem desmatados. Justificamos: “uma área desse tamanho não se desmata do dia para a noite”. Será que o governo não tem mínimo interesse em aplicar a lei? Ou: será que no estado do Amazonas não tem POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL, SECRETARIA ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE, IBAMA, OSCIP’s, ONG’s e cidadãos e cidadãs que pudessem exercer cidadania para denunciar os crimes, afinal, proteger o meio ambiente não é dever de todos? E diante das dificuldades, ninguém conseguiria copiar as imagens de satélite? Por fim, será que a Amazônia está descartada ambientalmente? Será que na campanha eleitoral que se aproxima, os candidatos farão tremular a bandeira da natureza? Eu peço desculpas por tantas perguntas, infelizmente, inevitáveis.

Comentários encerrados.

Top