ONU: Indústria do carvão deve se transformar radicalmente para evitar piora do aquecimento global

 

Secretária executiva da Convenção Quadro da ONU sobre Mudanças Climáticas, Christiana Figueres. Foto: UN News
Secretária executiva da Convenção Quadro da ONU sobre Mudanças Climáticas, Christiana Figueres. Foto: UN News

A indústria do carvão deve sofrer uma transformação radical para que os impactos das mudanças climáticas sejam diminuídos, afirmou a secretária executiva da Convenção Quadro da ONU sobre Mudanças Climáticas, Christiana Figueres, em uma reunião com os chefes da indústria na Polônia, na segunda-feira (18).

O encontro aconteceu na Cúpula Internacional sobre o Carvão e o Clima, evento organizado pelo governo polonês e a Associação Mundial do Carvão e que ocorre paralelamente à Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP19), também na Polônia.

“Se continuarmos satisfazendo as mesmas necessidades energéticas do passado, vamos ultrapassar a meta internacionalmente acordada de limitar o aquecimento global para menos de 2°C”, disse ela.

Figueres ainda ressaltou que os negócios da indústria enfrentam sérios riscos de continuidade já que as despesas com o carvão só podem prosseguir caso elas sejam compatíveis com o limite de 2°C.

Ela pediu que a indústria avalie honestamente os riscos financeiros, antecipe o aumento das regulações, restrinja os crescentes financiamentos e aprimore as tecnologias para reduzir as emissões de gases poluentes em toda a cadeia de produção do carvão e diversifique seu portfólio.

“Algumas grandes empresas de tecnologia de petróleo, gás e energia já estão investindo em energias renováveis e eu peço para aqueles de vocês que ainda não começaram a fazer isso que se juntem a elas”, afirmou. “Ao diversificar seu portfólio para além do carvão, vocês também podem produzir energia limpa, que reduz a poluição, melhora a saúde pública, aumenta a segurança energética e cria novos postos de trabalho”, acrescentou ela.

Informe da ONU Brasil, publicado pelo EcoDebate, 19/11/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top