Moradores de Altamira, cidade atingida pela hidrelétrica de Belo Monte, protestam por água, energia e educação

 

Por volta de 1000 pessoas saíram nas ruas de Altamira (PA), cidade atingida pela hidrelétrica de Belo Monte, na manhã dessa sexta-feira (30 de agosto) para exigir o direito a água, energia e educação de qualidade. A ação, batizada de #DireitosJá, reúne os movimentos sociais presentes na região, além de entidades de profissionais da educação, comerciantes, representantes de bairros, igreja, entre outros.

A ação se soma ao dia nacional de paralisação convocado pelas centrais sindicais e faz parte de um processo que teve início nas grandes mobilizações de rua do mês de junho.

 

Água e energia, direitos negados

Por falta de investimento, a Celpa (distribuidora de energia do Pará) não consegue distribuir a quantidade de energia necessária à população de Altamira. O resultado disso é a constante falta de energia, prejudicando as residências, indústria, comércio e o povo em geral com queima de aparelhos domésticos e eletrônicos. Antes da privatização da empresa, tinha 50 funcionários em Altamira. Agora, após a privatização, são apenas 12, e para atender a uma população bem maior!

Quando privatizada, a Celpa foi vendida para o Grupo Rede, que conseguiu falir, apesar de cobrar uma das tarifas mais altas do país. Agora, a Celpa foi comprada por R$ 1 (UM REAL) pelo o grupo Equatorial, o responsável por quebrar a Cemar, distribuidora do Maranhão.

Além disso, a população de Altamira também sofre com o péssimo serviço oferecido pela Cosanpa, que atende só 30% da população. Há falta d’água constante, péssima qualidade da água que chega às torneiras da população e há muitos vazamentos pela cidade.  Em 2009, iniciaram as obra do PAC 1 e PAC 2 do Governo Federal,  para o saneamento básico de Altamira, que já consumiram em torno de R$ 6 milhões. Essa obra está sendo feita pela empresa Associados. A população se queixa de não saber onde está esse dinheiro.

O fornecimento de água para a cidade é feito com apenas um motor bomba, enquanto há três inutilizados desde 2009. Além disso, a Norte Energia, dona de Belo Monte, tem o compromisso de instalar 100% de água tratada e tratamento de esgoto em Altamira. Ela deveria ter começado essas obras em junho de 2011, porém, até agora, nada foi feito.

Educação: sucateda

A educação em Altamira vem sofrendo uma decadência sem precedentes, com sucateamento das escolas e universidades, baixo salário dos profissionais, em todos os  níveis: básico e superior. Os profissionais do setor e estudantes pdem mais investimento do setor e denunciam que as condições das escolas vem interferindo na qualidade do estudo.

Matéria do Movimento dos Atingidos por Barragens – MAB, reproduzida pelo EcoDebate, 02/09/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top