Fundo Verde para o Clima, criado em 2010, precisa de US$ 2 bilhões para entrar em funcionamento

 

aquecimento

 

O Fundo Verde para o Clima (FVC), mecanismo financeiro da ONU criado em 2010, está sendo preparado para entrar em operação e necessita de 2 bilhões de dólares para ser colocado em prática, indicou nesta terça-feira em Túnis sua primeira diretora, a tunisiana Hela Cheikhrouhou. Matéria da AFP, no Yahoo Notícias.

“Espero mobilizar entre um e dois bilhões de dólares para começarmos logo”, declarou Cheikrouhou à imprensa.

“Com o conselho de administração, vamos fazer todo o possível para que o Fundo entre em operação o quanto antes” e se torne “o principal fundo internacional para o financiamento concessional da luta contra as mudanças climáticas”, assegurou.

O objetivo é mobilizar 100 bilhões de dólares por ano até 2020.

Hela Cheikhrouhou, que antes dirigiu o Departamento de Energia e Mudanças Climáticas do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), afirmou que o FVC representa “uma oportunidade real” para a África.

Segundo ela, a África é o continente “mais vulnerável aos efeitos das mudanças climáticas, enquanto só contribui com 4% dos gases do efeito estufa no mundo”.

Decidido em Copenhague no final de 2009, o FVC foi oficialmente criado em 2010 pelos acordos de Cancún e sua sede está na Coreia do Sul.

Seu conselho executivo conta com 24 membros. A metade representa os países desenvolvidos e a outra metade, os países em desenvolvimento.

O FVC tem como objetivo a transferência de recursos dos países mais desenvolvidos para os países mais vulneráveis para permiti-los lutar contra os efeitos das mudanças climáticas e apoiar projetos que possam reduzir as emissões de gases do efeito estufa.

 

EcoDebate, 24/07/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Top