Pico histórico de 400 ppm de concentração de CO2 se tornará média anual, dizem meteorologistas

 

“Curva de Keeling”, que mostra a evolução das concentrações atmosféricas de CO2 ano a ano ao longo das últimas cinco décadas
“Curva de Keeling”, que mostra a evolução das concentrações atmosféricas de CO2 ano a ano ao longo das últimas cinco décadas.

 

A OMM (Organização Meteorológica Mundial) avaliou que, após superado o limite histórico de concentração de dióxido de carbono na atmosfera na semana passada, este pico pode se tornar a média anual mundial. Matéria da AFP, no UOL Notícias.

“No ritmo de aumento atual, a média anual mundial de concentração de CO2 superará o limite das 400 partes por milhão (ppm) em 2015 ou 2016”, informou a agência da ONU em comunicado.

Um observatório situado no vulcão de Mauna Loa, no Havaí, registrou na última quinta-feira (9) uma concentração de CO2 de 400,03 ppm, segundo a Agência Norte-Americana Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês).

Embora se trate de uma medida pontual, segundo especialistas, a média anual de 2013 superará sem dúvida a de 400 ppm, um número simbólico que marca uma tendência inquietante do planeta rumo ao aquecimento.

A última vez que o planeta registrou uma concentração de CO2 na atmosfera superior às 400 ppm foi entre 3 milhões e 5 milhões de anos atrás, durante a era do Plioceno. A temperatura era, então, de 3 a 4 graus acima da atual.

A encarregada da ONU (Organização das Nações Unidas) para o Clima, Christiana Figueres, advertiu na última segunda-feira (13) que a concentração de CO2 na atmosfera põe o planeta em uma “zona de perigo”.

Christiana assegurou que “ainda há uma oportunidade para evitar os piores efeitos das mudanças climáticas” e fez um apelo à comunidade internacional para que dê uma “resposta política capaz de enfrentar este desafio”.

O objetivo fixado pela comunidade internacional em 2009 é manter o aquecimento global a um máximo de +2 graus Celsius em relação aos níveis de antes da era industrial. Se este patamar for superado, os cientistas consideram que o planeta entrará em um sistema climático marcado por fenômenos extremos.

Com uma média anual de 400 ppm de concentração de CO2, o aquecimento global previsto será de pelo menos 2,4°C, segundo o último relatório dos especialistas da ONU sobre o clima (IPCC, na sigla em inglês). As emissões de CO2 na atmosfera não param de aumentar e, se a tendência se mantiver, a temperatura pode aumentar entre 3 graus Celsius e 5 graus Celsius.

O próximo grande encontro será a cúpula climática da ONU, que será realizada na França em 2015. Mas estas negociações, que envolvem os grandes poluidores do planeta, com China e Estados Unidos à frente, não serão fáceis. A última tentativa de implementar um acordo desse tipo, feita em 2009, durante a reunião em Copenhague, na Dinamarca, fracassou.

EcoDebate, 16/05/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

2 comentários em “Pico histórico de 400 ppm de concentração de CO2 se tornará média anual, dizem meteorologistas

  1. Pois , se
    ” A última vez que o planeta registrou uma concentração de CO2 na atmosfera superior às 400 ppm foi entre 3 milhões e 5 milhões de anos atrás, durante a era do Plioceno. A temperatura era, então, de 3 a 4 graus acima da atual” ..

    Então…não se trata de atuação antropogênica, mas de uma interpretação de conveniência…a serviço da dominação ideológica ou seja o que for.

    Entao,sugiro aconselhar Christiana Figueres para alterar a inexorável e espontânea evolução cíclica da natureza.
    E sugiro a quem quer ganhar dinheiro com isso, que respeite as regras da natureza e nao fique inventando novas formas de dominação economica se utilizando de fatos que são repetidos em ciclos naturais. Afinal, “ninguem é bobo de ontem”.

  2. Pois , se
    ” A última vez que o planeta registrou uma concentração de CO2 na atmosfera superior às 400 ppm foi entre 3 milhões e 5 milhões de anos atrás, durante a era do Plioceno. A temperatura era, então, de 3 a 4 graus acima da atual” ..

    Então…não se trata de atuação antropogênica, mas de uma interpretação de conveniência…a serviço da dominação ideológica ou seja o que for.

    Entao,sugiro aconselhar Christiana Figueres para alterar a inexorável e espontânea evolução cíclica da natureza.
    E sugiro a quem quer ganhar dinheiro com isso, que respeite as regras da natureza e nao fique inventando novas formas de dominação economica se utilizando de fatos que são repetidos em ciclos naturais. Afinal, “ninguem é bobo de ontem”.
    E fiquem atentos…os cientistas estão dizendo que o planeta sol anda meio louco…emitindo explosões acima do normal.
    Se isto for verdade, o aquecimento da terra decorre dos “comunistas” que andam antropizando o sol.

Comentários encerrados.

Top