Educação e Religião, artigo de Valdeci Pedro da Silva

 

artigo

 

[EcoDebate] EDUCAÇÃO: EDUCAR É PREPARAR PARA A VIDA.
Esse conceito permite uma série infinita de possibilidades de práticas educativas reais e adequadas, conforme a localização e o momento histórico, podendo, ainda, sofrer distorções, de acordo com os interesses sociais, políticos, econômicos e/ou religiosos predominantes.

Partindo do princípio de que o ser humano é um ser social, e isso é fato inquestionável, a educação não deverá prescindir desse aspecto social, ou seja, o educando deve sempre ser considerado como ser integrante de uma sociedade, na qual deverá participar como sujeito do processo de desenvolvimento social.

Tendo em vista esses aspectos, chegamos à conclusão de que a prática educativa hoje efetivada nada mais é do que a transmissão de alguns conhecimentos que possibilitam alguma atividade no mercado de trabalho, com as devidas limitações.

RELIGIÃO É TRADIÇÃO.
A religião foi transmitida, desde a sua criação, através das gerações, e sempre exerceu enormes poderes nas sociedades, e ainda hoje exerce.

Se a educação tem por objetivo preparar o ser humano para a vida, e se a religião exerce tamanha influência na vida desse ser humano – especialmente enquanto ser social – a educação jamais deveria esquivar-se a incluir na grade curricular a religião.

A Religião, abordada do ponto de vista científico e histórico, e atribuindo-se a ela valor equivalente ao da própria História ou, melhor ainda, a Religião sendo estudada na própria História, da qual faz parte, toda a sociedade obteria lucros incalculáveis, tendo em vista que se livraria, em poucas décadas, das crenças fictícias que tanto a atormenta e que causa tantos prejuízos.

Atualmente, a Religião nada mais tem de enigmática. Seu surgimento faz parte do processo histórico da evolução das espécies, a qual conferiu a nossos ancestrais, há cerca de cinquenta mil anos, um grau de inteligência que possibilitou tivessem consciência da própria condição de fragilidade e mortalidade. Então, forçados pela necessidade e valendo-se de seus incipientes poderes criativos, criaram um ser todo-poderoso para os protegerem enquanto seres vivos e dar-lhes vida eterna após a morte.

EDUCAÇÃO E RELIGIÃO.
Se a Educação se dispuser a retirar dos ombros da sociedade o enorme fardo que esta carrega há cerca de cinquenta mil anos, haverá uma transformação social tão significativa que a nossa sociedade, em poucas décadas, não mais se reconhecerá.

Valdeci Pedro da Silva é Arquiteto e Urbanista – E-mail: val.val2705@hotmail.com

EcoDebate, 30/01/2013


[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

2 comentários em “Educação e Religião, artigo de Valdeci Pedro da Silva

  1. Interessante o artigo sobre a religião como parte da Educação nas escolas, mas qual das religiões seria a ideal? Ou seria todas ao mesmo tempo dependendo do seguimento de fé de cada aluno no universo?

  2. Ensino de religião numa perspectiva científica e histórica seria impossível no Brasil. Entraríamos de vez no proselitismo religioso. Sou professora e posso afirmar que muitos professores, principalmente evangélicos, não se furtam, mesmo sem aulas de religião, de tentar evangelizar em sala de aula. Outro dia colaram em todas as paredes da escola onde eu ensino um panfleto conclamando os alunos a trocarem o celular pela Bíblia. Já ouvi professores se referirem a alunos indisciplinados como pessoas que não têm Deus no coração. Religião em sala de aula seria um instrumento de controle e poder, não de conhecimento e ciência.

Comentários encerrados.

Top