Esforços atuais para mitigar mudanças climáticas não cumprem objetivo, revela estudo do PNUMA

 

Esforços atuais para mitigar mudanças climáticas não cumprem objetivo, revela estudo do PNUMA

Os esforços internacionais para mitigar as mudanças climáticas são insuficientes para atingir a meta de manter o aquecimento global abaixo dos 2 graus Celsius, alerta um relatório das Nações Unidas lançado hoje (24/10). A publicação Construindo o Regime das Mudanças Climáticas: Levantamento e Análise de Abordagensavalia mais de 130 propostas apresentadas por governos, organizações não governamentais e acadêmicos com o objetivo de reverter esse quadro e constituir um regime climático capaz de proporcionar uma mitigação adequada.

O lançamento do relatório, produzido pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e o World Resources Institute, ocorre a menos de um mês da conferência sobre o clima em Durban (África do Sul), onde representantes de diversos países estarão reunidos para chegar a um acordo sobre as ações de contenção das mudanças climáticas. O encontro será uma das principais etapas que antecedem a Rio+20, realizada no Brasil em 2012.

O novo relatório dá uma série de opções para que as metas globais sejam atingidas, como mais cortes nas emissões de gases de efeito estufa, incluindo setores adicionais, regras mais rigorosas dentro da Convenção Quadro da ONU sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC) e outras estratégias domésticas ou multilaterais, além de sugerir compromissos com vinculação legal.

“A análise feita neste novo relatório oferece muitas opções que podem ocorrer tanto nas negociações formais como em medidas complementares em outras áreas, opções que podem ajudar os mais de 190 Estados-membros das Nações Unidas a se moverem rapidamente para colher as oportunidades de uma transição no sentido de um clima resistente, de baixo carbono, em uma Economia Verde com recursos eficientes”, afirmou o Diretor Executivo do PNUMA, Achim Steiner.

De acordo com especialistas, manter o limite de 2 graus Celsius ao longo do século 21 é crucial para evitar desastres como o desaparecimento de nações de ilhas baixas, fome, tempestades e inundações extremas, além da extinção de espécies.

Fonte: Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio de Janeiro)

EcoDebate, 28/10/2011

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Alexa

Top