Ação, Ação, Ação! Protagonismo Ambiental, Já! artigo de Donato Velloso

Ação, Ação, Ação! Protagonismo Ambiental, Já! artigo de Donato Velloso

[EcoDebate] Além de extrapolarmos os limites de profanação ao ambiente comum em que convivemos é vergonhoso compactuarmos e continuarmos omissos, como meros espectadores da crise ecológica que pouco a pouco vem se agravando, sem perceber o estado de emergência da nossa existência, tão curta, nesta casa comum, o nosso planeta TERRA com seus bilhões de anos, ecossistema em processo de transformação ainda com elementos fundamentais as nossas e outras vidas.

Uma inquietação vem tomando conta dos que atentam para maior cuidado ao ambiente comum, onde uma grande maioria, mesmo consciente, não tem a percepção do destino que estão construindo para as próximas gerações.

O limite da acomodação chegou ao fim, os recursos para a sobrevivência de muitos, estão se esgotando rapidamente, estamos reféns de uma crise sócio-ambiental sem precedentes na história, que extingue seres vivos e ameaça a própria existência humana.

Vamos acordar! Conhecer os problemas e reverter esta triste e ameaçadora realidade, cada um precisa fazer urgente a sua parte, sobretudo os que atuam economicamente nos seus territórios.

É necessário o aporte de volumosos recursos, público/privado e um processo de mobilização participativa comunitária intensa em ações concretas, tendo em vista um desenvolvimento justo e sustentável. Mudanças de paradigma são fundamentais para dar conta dos problemas ambientais enfrentados nos dias atuais, como o grave problema das mudanças climáticas. Os humanos precisam rever urgentemente valores, hábitos, mudar condutas, avaliar, propor e agir. Para bem fazê-lo, é necessário entender que estamos no mesmo barco, que a vida está em desequilíbrio, o que requer atenção, prevenção e prioridade no cuidado a respeito das questões ambientais que nos cercam suas causas, conhecimento, compreensão e adaptação aos novos tempos, nada promissores que enfrentaremos.

Necessitamos todos, humildemente, pactuar uma visão que se fundamente na simplicidade, respeitando as conexões das diversas formas de vida, onde cada um compartilhe da responsabilidade de valorar e se orgulhar de dispor de sua energia, para concretizar ações pelo bem-estar de sua comunidade e dos seres vivos, do qual apenas fazemos parte.

Sonhar com uma região sustentável é estabelecer uma gestão, participativa, integrada, compartilhada por moradores, empresas, governo e a mídia, formando uma rede solidária no enfrentamento e redução das injustiças sociais, da pobreza e dos problemas ambientais que nos atingem. A elaboração de novas diretrizes sócias e ambientais, priorizando o conhecimento ambiental como foco de ações de aprendizagem transformadora, com campanhas conservacionistas, acompanhada da fiscalização sobre as formas de interferência humana no ambiente é um caminho aberto a todos aqueles que aqui vivem e amam esta configuração geográfica de beleza incomum, para que possamos promover o ecodesenvolvimento de forma permanente.

O desejo de mais diálogo, ética, generosidade, participação, confiança, solidariedade e a transparência são as bases para construir um lugar bom de conviver e contribuir por um mundo melhor.

Os objetivos compartilhados voltados para o cuidado das questões ambientais locais devem prevalecer sobre os fins particulares. Procure conhecer os problemas que assolam a nossa região e como eles podem ser resolvidos, o que irá inspirá-lo a começar com os trabalhos e a incentivar outras pessoas a fazer o mesmo. Junte-se aos que fazem, a sua energia é muito preciosa nesta missão. As leis existem, e nelas estão devidamente traçados os mecanismos voltados para um ambiente equilibrado, que possibilite melhor qualidade de vida. Seja um voluntário do LAGOA VIVA ou de outras organizações que realizam trabalhos semelhantes. Se você possui recursos, vitalidade, tempo ou qualificações necessárias, faça sua contribuição a uma organização em que você comprove suas ações. Denuncie os atos lesivos ao patrimônio ambiental, contate seus familiares, vizinhos, amigos ou autoridades locais e incite-os a proteger, conservar os recursos naturais na sua área ou a tomar uma postura firme em relação às políticas públicas relacionadas à conservação. Faça sua parte cotidianamente, não desperdiçando água, energia, alimentos, reutilizando, reciclando, utilizando e consumindo produtos ecologicamente corretos. Além do agradecimento com os que já cooperam com o MOVIMENTO PACTO DE RESGATE AMBIENTAL que luta pela revitalização e conservação permanente de nossos rios e lagoas, continuamos determinados em engajar novos atores nesta CAUSA.

”As comunidades não podem perder sua força vital, que são todos aqueles que participam pacificamente. Elas evoluem na medida em que seus cidadãos aprendem a cooperar, e o progresso é a soma das energias dos seus componentes individuais.”

Junte-se a nós, acesse www.pactoderesgateambiental.org

Saudações sustentáveis.

Donato Velloso – Presidente do Lagoa Viva, Diretor da AIB, da Acibarra e Coordenador do Movimento Evolutivo Pacto de Resgate Ambiental.

EcoDebate, 25/08/2011

[ O conteúdo do EcoDebate é “Copyleft”, podendo ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Alexa

2 comentários em “Ação, Ação, Ação! Protagonismo Ambiental, Já! artigo de Donato Velloso

  1. Somente a vontade de fazer, às vezes é insuficiente, e outras é até prejudicial. Saber o que fazer, com precisão, é de extrema importância.
    Vivemos sob o regime capitalista, o qual tem a sua própria lógica de existência, que é invariável, e que permite apenas pequenas adaptações, desde que a essência permaneça inalterada, qual seja, a manutenção, a qualquer custo, do Estado capitalista para a proteção da iniciativa privada.
    Ou se tem sempre esse fato em consideração, ou se está travando lutas vãs ou mesmo favoráveis ao quadro instalado.
    Boa-vontade e perpicácia são necessárias.

  2. A questão tb é politica! Precisamos apreender a participar mais da vida coletiva. Isto deveria ser ensinado lá na escola básica, com vivencias de solidariedade, mutirões ecológicos etc… Mas nas nossas escolas precárias nada disto acontece. Pior, pensam que a inclusão digital é tudo na vida.

Comentários encerrados.

Top