PAC drenagem prevê R$ 4 bilhões para 101 municípios brasileiros

GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO

20 de abril de 2010

AUDITÓRIO DA FIRJAN – RIO DE JANEIRO

Avenida Graça Aranha, 01 – Sala Cinelândia – 13º andar

PAC drenagem prevê R$ 4 bilhões

para 101 municípios brasileiros

Gestão eficiente dos resíduos da construção e demolição, fator fundamental para a eficiência dos sistemas e drenagem nos centros urbanos, vai ser tema de workshop no Rio

O governo federal vai destinar R$ 4 bilhões para cidades que sofrem constantemente com enchentes e inundações em períodos de chuva, através do PAC Drenagem. Serão ao todo 101 municípios beneficiados, em 16 estados brasileiros. Os projetos, selecionados em edital, prevêem construção de redes e galerias de águas pluviais, dragagem e canalização de cursos de água, implantação de parques lineares e construção de reservatórios de amortecimento de cheias, entre outras iniciativas.

Segundo o Secretário Nacional de Saneamento Ambiental, Leodegar Tiscoski, os impactos decorrentes do processo de urbanização em uma bacia não são apenas de origem hidrológica e de ocupação do solo urbano. Parte dos resíduos gerados pela população (contabilizando-se a quantidade coletada das casas e a limpeza urbana) fica depositada nas ruas e terrenos e acaba sendo levada pela água da chuva para o sistema de drenagem, entupindo os condutos e canais e acarretando em poluição dos rios urbanos. Nesse aspecto, o poder público municipal tem um protagonismo especial. A limpeza urbana antes da chegada da chuva pode reduzir significativamente o total de resíduos que chega ao sistema de drenagem.

No plano federal, existem os programas drenagem urbana sustentável (que opera com recursos orçamentários) e o Saneamento para Todos (com recursos de financiamentos). Por intermédio desses programas são aportados recursos federais para a área de resíduos, projetos, obras, serviços e equipamentos para erradicar lixões e bota-foras de resíduos de construção, para a infra-estrutura para coleta.

Um dos resíduos que mais impactam a questão da drenagem, o chamado entulho da construção e demolição, vai ser tema de workshop no próximo dia 20 de abril, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), no Rio de Janeiro. Organizado pela Planeja & Informa Comunicação e Marketing, empresa com mais de 20 anos de experiência na área de Saneamento Ambiental, o evento pretende reunir técnicos das áreas de limpeza urbana das prefeituras, gestores públicos, engenheiros, arquitetos, empreiteiros, administradores, consultores, executivos dos governos federal, estaduais e municipais, ministérios, associações de classe, empresários, prestadores de serviços e universidades (públicas e privadas), ONGs e Ministério Público.

COMO SE INSCREVER?

Para se inscrever basta preencher a ficha em anexo e encaminhar para:

cristiana.iop@planejabrasil.com.br

TAXA DE INSCRIÇÃO – R$ 250,00

AGENDA

08:30 ÀS 09:00                   CREDENCIAMENTO

* Em processo de confirmação

09:00 ÀS 10:00                   PALESTRA DE ABERTURA

O impacto dos resíduos da construção e demolição na vida urbana”

Convidado:

Tarcisio de Paula PintoArquiteto – I&T Informações e Técnicas em Construção Civil (Confirmado)

10:00 ÀS 11:00                   PAINEL

Resolução 307 – Gestão adequada do RCD”

Convidados:

Marcos Pellegrini Bandini, Gerente de Projeto do Departamento de Ambiente Urbano da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente

Maria Salette de Carvalho Weber, Coordenadora Geral do PBQP-H (Confirmado)*

ABNT

11:00 ÀS 11:20                   INTERVALO

11:20 ÀS 12:20                   PALESTRA

Modelos de Gestão dos RCD – A experiência do Sinduscon-SP”

Convidado:

André Aranha Campos, Coordenador do Comitê de Meio Ambiente do Sinduscon-                SP

12:20 ÀS 14:00                   INTERVALO PARA ALMOÇO

14:00 ÀS 14:30                   Estudo de Caso

Convidado:

Prefeitura de Americana

14:30 ÀS 15:00                   Estudo de Caso

. Programa de Gestão de Resíduos para os municípios da Baixada Fluminense

Convidados:

Walter Plácido, Superintendente de Qualidade Ambiental da Secretaria Estadual de Ambiente do Rio de Janeiro

15:00 ÀS 16:00                   PALESTRA

Manejo e Gestão de Resíduos da Construção Civil – Como e onde conseguir Financiamento”

Convidado:

Rogério de Paula Tavares, Superintendente Nacional de Saneamento e Infra-estrutura da CAIXA (Confirmado)

16:00 ÀS 16:20                   INTERVALO PARA O CAFÉ

16:20 ÀS 17:20                   PALESTRA

Produtos e serviços”

. Fabricantes de materiais, equipamentos

. Prestador de serviços (gestão de resíduos)

17:20 ÀS 18:20                   Estudo de Caso

Modelos de 3R’s”

. Sustentabilidade na construção

Convidado:

Empresa de construção

. Prefeitura de Belo Horizonte – “Projeto Sustentador: Coleta, Destinação e Tratamento de Resíduos Sólidos”

Convidado:

Lucas Paulo Gariglio, Diretor de Planejamento e Gestão da Superintendência de Limpeza Urbana da Prefeitura de Belo Horizonte (Confirmado)

. Prefeitura do Rio de Janeiro

Convidado:

Nelson Machado, Coordenadoria de Resíduos Sólidos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente da Prefeitura do Rio de Janeiro

Comentários encerrados.

Top