O (ciclone tropical) ‘Anita’ em Araranguá, artigo de Ivone Alborghetti

[EcoDebate] O ciclone tropical – fenômeno que esteve na eminência de se instalar aqui no sul – recebeu o nome de Anita, em homenagem ao dia da mulher. (Tinha que ser!!). Ele foi detectado entre os dias 9 e 10 de março desse ano. Um ciclone átipico, diferente do Catarina, mas com as mesmas proporções, segundo os metereologistas.

Já estamos acostumados com as tempestades tropicais: isso se deflagra há anos. Esquecemos rapidamente porque elas deixam poucos estragos.

Há quem diga que o aquecimento global não tem nada com isso. Mas as evidências estão aí, cada vez mais volumosas. O descaso com o meio ambiente e as especulações imobiliárias estão devastando nossa natureza. Podemos citar a agricultura invadindo espaços arborizados, destruindo árvores e matas centenárias, em nome do plantio desenfreado.

Nosso sul está comprometido! Sem sombras de dúvidas. Um comprometimento negativo que não tem mais volta!

O Anita bateu às nossas portas. Veio, mais uma vez, para demonstrar o quão vulneráveis estamos. Nosso sistema habitacional está despreparado para receber, ou até sustentar, um vento mais forte. Vimos a prova disso quando, em setembro de 2009, outro ciclone tropical, menos avassalador, provocou um grande estrago em nossa cidade.

Está na hora de nós, sulistas, acordarmos para nossa realidade; que não é tão promissora quanto parece.

Ivone Alborghetti, advogada e cidadã de Araranguá-SC

* Colaboração de Ana Echevenguá, Instituto Eco&Ação, para o EcoDebate, 16/03/2010

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta utilizar o formulário abaixo. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Participe do grupo Boletim diário EcoDebate
E-mail:
Visitar este grupo

Comentários encerrados.

Top